Porto Rico anuncia meta de ter energia 100% renovável

Porto Rico anuncia meta de ter energia 100% renovável

Depois de sofrer muita destruição com a passagem do furacão Maria, em 2017, Porto Rico sabe bem quais são os efeitos das mudanças climáticas.

O país foi atingido em cheio pela tempestade, que teve ventos com mais de 250 km por hora, deixando os moradores da ilha por meses sem eletricidade. Os prejuízos para a reconstrução do que foi devastado foram estimados em bilhões de dólares. Todavia, o que mais chocou a todos foi constatar o número final de vítimas: quase 3 mil pessoas perderam a vida em consequência do furacão.

Sabe-se que eventos climáticos, como incêndios florestais, secas, enchentes e furacões como o Maria, estão ficando cada vez mais frequentes e fortes devido ao aquecimento global. No ano passado, cientistas alertaram sobre o problema, conforme mostramos aqui, neste outro post.

O aumento da temperatura da água dos oceanos e da superfície terrestre, por exemplo, torna ainda mais severos esses desastres naturais.

A única maneira de tentar frear esse cenário é através da redução das emissões de gases de efeito estufa na atmosfera da Terra. E o setor energético, que tem como fonte a queima de combustíveis fósseis, como o carvão e o diesel, é um dos que mais contribui para aumentar esse problema.

Para fazer sua parte em benefício do planeta, o governo de Porto Rico anunciou que pretende atender a demanda energética do país, a partir de 2050, utilizando apenas fontes limpas, ou seja, energia renovável (eólica, solar, biomassa ou hidrelétrica).

Para atingir esse objetivo, até 2028, todas as usinas de carvão serão desativadas. Atualmente essa fonte (suja) de energia representa 17% da produção de eletricidade do país.

A meta do Porto Rico é bastante ambiciosa, já que as renováveis só são 2% da matriz de hoje. Especialistas afirmam que, apesar de positiva, a nova lei pode enfrentar dificuldades para ser implementada. Ainda mais quando há uma gigante fazendo pressão para tentar explorar gás natural na ilha.

Aguardemos os próximos capítulos, mas torcendo para que Porto Rico consiga reduzir suas emissões e ter uma energia limpa e sustentável!

Leia também:
Em novo recorde, Costa Rica completa 300 dias usando somentes energias renováveis
Espanha assume meta de ter matriz energética 100% renovável a partir de 2050
Califórnia usará somente energia limpa e renovável a partir de 2045
Inglaterra inaugura maior usina eólica do mundo
Portugal bate recorde de produção de energia renovável

Foto: reprodução Facebook Discover Puerto Rico

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta