Ponto de Economia Solidária do Butantã abriga feira feminista em São Paulo, em 12/5

Sabia que São Paulo tem uma Associação de Mulheres da Economia Solidária? A Amesol, já há alguns anos, realiza pela capital paulista feiras de economia solidária só de mulheres.

Edições mensais dessas feiras vêm sendo promovidas no Ponto de Economia Solidária do Butantã, reunindo artesanato e alimentos produzidos por mulheres, além de oficinas, roda de conversa e música.

O encontro é uma grande oportunidade para trocar conhecimento e adquirir artigos produzidos sob a lógica da cooperação e solidariedade. São colares, bijuterias, cosméticos naturais, roupas, bolsas, tapeçaria, cerâmica, cadernos, brinquedos, pães, doces e conservas. Produtos únicos, e quem compra ainda tem acesso ao mais rico de tudo isso: o processo, a história por trás da elaboração desses itens.

A próxima feira da Amesol no Ponto Butantã acontece em 12 de maio, e é uma boa oportunidade pra quem vai comprar presentes para o dia das mães. Esta edição traz kits especialmente preparados para esta data.

Para quem não conhece o Ponto Butantã, sugiro uma exploração completa. O espaço conta com uma loja fixa que comercializa artesanato e outros itens produzidos por empreendimentos econômicos solidários, a Pé à Biru, e com lugar para realizar refeições, a Comedoria Quiririm.

A loja e a comedoria são administradas por usuários da Rede de Saúde Mental, numa construção coletiva de ponto de cultura, geração de renda, produção e comercialização em economia solidária. Há também uma livraria, a Louca Sabedoria, que comercializa livros novos e usados das áreas de saúde mental e economia solidária.

E ainda tem mais. Para quem quiser entender um pouco mais sobre economia solidária, funciona no local uma escola livre que oferece aulas sobre o tema, abertas ao público.

O Ponto funciona desde 2016, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde. Empreendimentos culturais, de artesanato, hortas, agroecologia e panificação – que antes se reunião nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) Butantã e Lapa – agora unem forças num só ponto, assessorados por equipe técnica e pedagógica para produzir e comercializar seus produtos.

Já abordei, aqui no Conexão Planeta, a relação exitosa entre economia solidária e saúde mental, e o quanto esse laço corre riscos com os retrocessos promovidos pelo atual governo federal em relação às conquistas da Luta Antimanicomial. A visita ao Ponto Butantã é uma boa oportunidade para conhecer essa afinidade na prática.

A feira da Amesol acontece das 10h às 17h, e o Ponto fica na Avenida Corifeu de Azevedo Marques 250, no bairro Butantã.

Foto: Amesol

Jornalista e mestre em Antropologia. Coordenou a Comunicação da Secretaria do Verde da Prefeitura de São Paulo – quando criou as campanhas ‘Eu Não Sou de Plástico’ e, em parceria com a SVB, a ‘Segunda Sem Carne’. Colaborou com a revista Página 22, da FGV-SP, e com a Unisol Brasil. Hoje é conectora – trabalha linkando projetos e pessoas de todas as áreas na comunicação para um mundo melhor

Mônica Ribeiro

Jornalista e mestre em Antropologia. Coordenou a Comunicação da Secretaria do Verde da Prefeitura de São Paulo – quando criou as campanhas ‘Eu Não Sou de Plástico’ e, em parceria com a SVB, a ‘Segunda Sem Carne’. Colaborou com a revista Página 22, da FGV-SP, e com a Unisol Brasil. Hoje é conectora – trabalha linkando projetos e pessoas de todas as áreas na comunicação para um mundo melhor

Um comentário em “Ponto de Economia Solidária do Butantã abriga feira feminista em São Paulo, em 12/5

  • 8 de Maio de 2018 em 7:35 PM
    Permalink

    Achei interessante vou visitar esse espaço.

    Resposta

Deixe uma resposta