Pimp My Carroça lança Cataki, o ‘Tinder’ da reciclagem, que encontra o catador mais próximo de você


O Pimp My Carroça – projeto criado pelo grafiteiro e ativista Mundano, que atua em diversas cidades pelo Brasil (escrevi sobre ele em janeiro deste ano) – completa 5 anos de atividades e quem ganha o presente é a cidade de São Paulo. E duplamente: com uma big festa no Auditório do Ibirapuera, no próximo dia 15/7 (entrada gratuita, é só chegar a partir das 19h30!) e o lançamento do aplicativo Cataki, que conecta os cidadãos paulistanos com os catadores, garantindo um destino sustentável para os resíduos recicláveis.

Outros lançamentos estão previstos, logo em seguida: no Rio de Janeiro, em agosto, e no Recife, em setembro. Fique de olho no site e na página do Facebook do Pimp My Carroça para acompanhar.

O Cataki é uma espécie de “Tinder” da reciclagem. Seu slogan reforça essa ideia: “Aplicativo para encontrar o catador de recicláveis mais próximo de você”. Que tal?

O Brasil tem mais de 800 mil catadores! Sempre que fala no assunto, o ativista lembra que “90% de tudo que é reciclado no Brasil é coletado por catadores”. Dá pra imaginar isso? Os esforços para resolver a questão ainda são insípidos, mas podem melhorar. E os catadores – que Mundano chama, com toda razão, de agentes ambientais – são absolutamente necessários nesse processo.

Não há dúvida de que os catadores desempenham papel importantíssimo na coleta seletiva de qualquer cidade. Um papel que quase ninguém nota, mas que é imprescindível para a limpeza e a economia da cidade. Ah… também para sua lindeza, de fato. Sem contar que esta é a única fonte de renda acessível a pessoas vulneráveis que, na maioria das vezes, não têm outra oportunidade de sobrevivência.

Então, para reconhecer a força de trabalho dos catadores e envolver as pessoas – consumidoras vorazes, muitas vezes – na coleta seletiva, é que Mundano/Pimp My Carroça, a ONG Humanitas 360 (H360) e o MIT Brazil Program (MIT – Massachussets Institute of Technology), idealizaram o Cataki há cerca de dois anos.

O projeto – que inicialmente ganhou o nome de Reco – fez parte do programa de intercâmbio do MIT, que oferece a seus alunos a oportunidade de atuar em outros países para ganhar experiência e aplicar seus conhecimentos e habilidades. Para saber mais, assista ao vídeo no final deste post, realizado no início da parceria.

O lançamento do Cataki será durante a festa de aniversário do Pimp My Carroça, em 15/7, mas o projeto está em campanha para que os interessados indiquem catadores. Quem participar recebe prêmios, de acordo com a quantidade de indicações. No site, estão bem explicadas as regras e dicas para o cadastro. Vai lá e faça parte deste movimento inspirador!

Imagem: Reprodução

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta