Peatónito, venha para São Paulo!

peatonito-transito-mobilidade-urbana-800

Poucas coisas podem ser tão desagradáveis quanto atravessar a rua em uma grande cidade brasileira. Nem as galinhas, sempre questionadas sobre os seus destinos nas piadas, sofrem tanto quanto nossos pedestres. Explico a partir da minha percepção de São Paulo e de outros lugares do mundo.

Entre os motivos graves estão coisas como qualidade ou ausência de faixas de pedestre, botões de semáforo quebrados, faróis que quando não estão quebrados ficam abertos por tempo insuficiente ou que demoram desproporcionalmente, revelando de maneira clara como o veículo motorizado particular tem prioridade de quem planeja e fiscaliza o trânsito. Nenhuma novidade nisso. Entre os gravíssimos, por sua vez, está a violência no trânsito causada pelos motoristas e o desrespeito com o pedestre por parte de alguns deles.

Já atravessou a Avenida Berrini, no bairro do Brooklin, ou a Avenida São Luís, no centro da capital paulista e se assustou com uma moto ou um carro acelerando enquanto o farol ainda está aberto para você? O que é isso? Impaciência, provocação ou um motivo pra rir dos outros? Talvez, um pouco de tudo. Mas a piada, se for o caso, é um tanto de mau gosto quando se sabe que 555 pessoas morreram atropeladas em São Paulo, de acordo com os dados consolidados de 2014 da CET. E é necessário ressaltar: 88% das vítimas fatais eram idosos.

A imagem de uma senhora ou senhor correndo para atravessar uma via movimentada (pode ser a Avenida Paulista na sua cabeça) é estranha? Certamente que não. Assim como não é estranho também lembrar de alguém que usa carro para se locomover e reclama da redução de velocidade para 50 km/h nas locais da Marginal, por exemplo. Mas a verdade é que iniciativas como esta têm salvado vidas sob o nome de Vision Zero, ou Visão Zero, que objetiva vias sem acidentes fatais. “Se os acidentes são previsíveis, eles não podem ser aceitos” é um dos conceitos dessa filosofia de trânsito. EUA, Inglaterra, Colômbia, México, Holanda… Todos a adotaram e com sucesso reduziram as mortes, em alguns casos, em mais de 60% nas vias. Em São Paulo, o primeiro trimestre do ano passado foi o menos violento no trânsito com a redução de velocidade nas Marginais e uma queda de 36% nas fatalidades.

O Vision Zero tem sido seriamente discutido por ativistas, planejadores e autoridades. Esta semana, Nova York foi palco de uma conferência sobre o tema promovida pela Transportation Alternatives, uma das primeiras organizações do mundo focada em direitos dos pedestres e de ciclistas na mobilidade urbana. Para chamar atenção para o evento, eles convocaram um personagem inusitado, o luchador Peatónito, um vigilante da Cidade do México que há três anos sai de máscara e capa na rua para combater a favor dos pedestres. “Por que não comprar uma máscara e sair na rua para lutar pelos direitos dos pedestres contra as motos, os carros que estão parados nos cruzamentos ou nas calçadas, ajudar os pedestres a atravessar a rua com segurança? Tudo começou como uma, piada, mas se mostrou uma ótima maneira de praticar civilidade nas ruas”, explica o ativista e cientista social Jorge Callas, o homem por trás do Peatónito, no primeiro vídeo abaixo antes de sair para sua cruzada pelo Brooklyn. No segundo, assista à performance do Peatónito original pelas ruas da Cidade do México.

Alguém topa trazer o Peatónito para o Brasil? O personagem está propositalmente em domínio público para ser copiado em outras cidades, segundo Callas.

 

Pedestres no Dia Internacional da Mulher

Não foi apenas o luchador mexicano dos pedestres que me chamou a atenção nesta semana marcada pelo Dia Internacional das Mulheres (8/3). No subúrbio de Richmond, em Melbourne, o dia foi comemorado com um pouco de homenagem a elas e um agrado para os pedestres.

A comunidade australiana fez notícia na data substituindo o “homenzinho padrão” dos faróis pela silhueta da primeira mulher a ser eleita para a assembléia do governo do estado de Victoria, Mary Rogers (foto abaixo). Durante a década de 1920, ela se destacou lutando por políticas públicas na educação e bem-estar social.

peatonito-semaforo-para-pedestres-800-

Fotos e vídeos: Transportation Alternatives / Towardsthehumancity.org / City of Yarra

É repórter e escreve sobre sustentabilidade desde 2012.

Julio Lamas

É repórter e escreve sobre sustentabilidade desde 2012.

Deixe uma resposta