Para Fabi, com sabor: como fazer um salmão com graça

“Jandira, 14 de março de 2019

Querida Fabi,

Você tem toda razão. O salmão, que tem uma cor tão bonita que até designa tom de tecido que  nós mulheres adoramos reconhecer e diferenciar do laranja claro ou rosa outra nuance, não precisa ser sem graça no prato, né?

Você me disse que não aguenta mais encontrar o salmão sempre como aquela alternativa blasé, feitinha no vapor, com leve sabor de … peixe. Tem pra todo gosto, mas eu, como você, teimo em acrescentar gosto e sabor onde tem e onde não tem.

Então, anota aí uma dica fácil, fácil pra fazer o salmão ainda mais colorido e muito bem acompanhado.

Pegue uma posta bem bonita de salmão, de uns 400 g.

Peça pro peixeiro tirar a pele, que já adianta um bocado o quase nenhum trabalho que você vai ter na cozinha pra compor esse prato.

Aí, ajeite uma vasilha, uma assadeira ou aquelas frigideiras que vão do forno à mesa .

Regue o fundo da vasilha com azeite. Pique em rodelas alho poró, a parte branca, o suficiente pra fazer uma cama pro seu salmão.

A posta de salmão tá bem limpinha e com aquela cor de salmão que a gente adora? Flor de sal levemente triturada sobre ela. Só um pouquinho, mesmo, quase nada.

Sabe aquela receita de pesto que eu dei umas semanas atrás? Faça aquela receita e pare antes de acrescentar o queijo. Então, aí vão manjericão, azeite, sal, alho e a castanha escolhida.

Esfregue esse semipesto sobre o salmão. Se quiser fazer “salmão com crosta de pesto” espalhe uma camada mais generosa da pesto sobre o salmão.

Acomode a posta do nosso peixe nada sem graça sobre as rodelas de alho poró.

Leve ao forno a 180 graus por 20 minutos, por no máximo, meia hora. Mais que isso, resseca o peixe e nós queremos que ele fique suculento.

Quando sair do forno, o alho poró estará quase cremoso, o salmão assado ao ponto e o pesto colorindo em contraste a belezura da cor rosada.

Leve à mesa na vasilha, quentinho. Sirva com purê de mandioquinha, ou mandioquinha  ou batata sautè (aquela cozida levemente passada na manteiga), brócolis, estes, sim, cozidos no vapor, al dente.

Deixe azeite à mão, pra quem quiser acrescentar um pouco mais. Um limãozinho siciliano (tenho mania de limão) sobre os bocados que forem servidos vai muito bem, se o comensal quiser.

Se sobrar – e apenas se sobrar – você pode amassar o restante do salmão com uma ou duas colheradas de cream cheese, acrescentar salsinha fresca e obter um patê frio delicioso para recheio de sanduíche. Ou para torradas, de entradinha. Nesse caso, finalize com pimenta rosa. Torrada, patê de salmão pedem um espumante. Que arraso! 

Ah! amei saber que seu filho lindo é o novo integrante da banda Pizza Rock. Um baixo charmoso pra acompanhar uma bateria incrível, duas guitarras eletrizantes, um vocal emocionante e um teclado harmonioso.

Seu filho baixista gosta de salmão?

O meu filho baterista adora.

Sem mais, me despeço desejando a você e família bom apetite!

Beijo da sua amiga metida a cozinheira,

Cássia”

Ingredientes do salmão com pesto

uma posta de salmão de 400 g mais ou menos
alho poró
flor de sal
pesto
azeite

Patê de salmão

salmão assado
cream cheese
salsinha
pimenta rosa

Leia também:
Manjericão para o pesto, jabuticaba para os bichos: farturas do quintal
A magia do chá do hibisco
Vamos concordar: pastel
O encontro da acelga com quinoa e macadâmia num colóquio sobre o voo do avião
Chicória com guaraná

Foto: domínio público/pixabay

Cássia Miguel

Mulher de marido, mãe de filho, madrasta de enteados. Começou a carreira profissional vendendo pinga e pão com mortadela na venda dos pais, em Minas. Foi bancária, revisora de jornal, rádio escuta, repórter, editora e apresentadora de TV. Hoje é especializada em media training, com foco para entrevistas em TV e vídeo. Fez jornalismo na PUCCAMP, pós graduação em Gestão Estratégica em Comunicação Organizacional e Relações Públicas na USP e Análise do Discurso na PUC SP. Tudo isto sem tirar o pé da cozinha

Deixe uma resposta