Papa fala sobre “nosso modelo de desenvolvimento ultrapassado” em sermão de Natal

Papa Francisco

No seu tradicional pronunciamento do dia 25 de dezembro, chamado de “Urbi et Orbi” – para a Cidade e o Mundo, em latim -, o Papa Francisco afirmou que há “ventos de guerra que sopram sobre nosso mundo e que temos um modelo de desenvolvimento ultrapassado que continua a produzir um declínio humanitário, social e ambiental”.

O Chefe da Igreja Católica pediu aos seguidores da religião que enxerguem o rosto do menino Jesus Cristo nas crianças que sofrem no planeta.

Ele mencionou a tensão no Oriente Médio, entre israelenses e palestinos, que só piora. Citou ainda as crianças da Síria, que há anos vivem em meio a um conflito civil, que já deixou milhares de mortos e provocou uma onda de refugiados jamais vista na era moderna.

As guerras do Iraque e Yemen também foram citadas, assim como nos vários países africanos, como Somália, Sudão do Sul, Nigéria e Congo.

O papa não deixou de ressaltar em seu sermão de Natal a situação alarmante em que se encontram os cidadãos da Coreia do Norte e da Venezuela, que sob o comando de ditadores, sofrem com a fome e a tirania. Por último, ele destacou a tragédia que ocorre em Myanmar, onde a minoria da etnia Rohingya está sendo perseguida e assassinada.

Francisco é um dos papas que mais tem lutado pela abertura e modernização da Igreja Católica. Ativista engajado, em seus discursos, frequentemente fala sobre a importância da conservação e proteção do planeta e sobre a luta contra as mudanças climáticas. Em junho de 2015, em sua encíclica sobre o meio ambiente, ele denunciou, de forma veemente, a exploração dos pobres e o desperdício dos recursos naturais.

Alguns meses depois, anunciou que o dia 1º de setembro seria o Dia Mundial de Oração para o Cuidado da Criação, mais uma oportunidade para que todos possam refletir sobre a defesa ambiental e contra as alterações do clima, provocadas pelas atividades humanas (leia mais neste outro post).

Leia também:
Papa Francisco adere ao carro elétrico
Vaticano ganha imagens das riquezas do planeta em alerta às mudanças climáticas
Papa Francisco cria dia de oração pelo meio ambiente
Papa nomeia mulher para a diretoria de comunicação do Vaticano  

Foto: Aleteia Image Department/Creative Commons

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta