ONU proclama 20 de maio como Dia Mundial da Abelha


Agora é oficial! As abelhas ganharam um dia para celebração de sua existência e de todos os insetos, para ajudar a promover a conscientização sobre a importância de sua conservação e a de outros polinizadores para a sobrevivência humana. Será no dia 20 de maio.

A sugestão da Eslovênia foi aprovada por 155 estados-membros e divulgada na quarta, 20/12, quando a ONU ainda revelou outras duas datas comemorativas: a Década da Agricultura Familiar (com início em 2019) e 2024 como o Ano Internacional dos Camelídeos (camelos, lhamas e dromedários).

Com o Dia Mundial das Abelhas, os países deverão promover ações educativas e outras atividades para disseminar as ameaças que as abelhas enfrentam em todo o mundo e, também, sua contribuição para o desenvolvimento sustentável.

Vamos ver o que vai acontecer no Brasil e em países onde pesticidas e fertilizantes são usados além dos níveis recomendáveis e alguns, proibidos em diversos países, têm seu uso autorizado. No final deste post, listei vários links publicados aqui, no Conexão Planeta, sobre esse tema.

Fome zero e segurança alimentar

Em nota, a FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação as três decisões estão relacionadas com temas de atuação da instituição, tanto no que se refere à organização, como ao compartilhamento de informações. Seu diretor, José Graziano da Silva, chamou-as de “questões importantes que ajudarão a aumentar a atenção sobre o impulso global para dinamizar o alcance da fome zero até 2030″.

No que se refere à Década da Agricultura Familiar, ele ressaltou que, para a ONU, os pequenos agricultores são responsáveis por mais de 80% da alimentação mundial, mas “são muito mais vulneráveis à fome”.

Por outro lado, os camelídeos são o principal meio de subsistência em 90 países, atendendo milhões de família pobres que, muitas vezes, vivem em ecossistemas mais hostis do planeta. São a fonte principal de proteína, leite, fibras para roupas e também de fertilizantes naturais, além de servirem como animais de carga e de transporte.

Estes mamíferos contribuem diretamente para a segurança alimentar, sendo fundamentais para a conservação da biodiversidade e também para dar suporte aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ou ODSs.

Leia mais:
Abelhas podem proteger café dos efeitos do aquecimento global
Declínio na população de abelhas pode ter impacto direto na agricultura
Pesticidas afetam poder de polinização e reprodução das abelhas
Abelhas do Havaí entram para a lista de espécies em extinção 

Abelhas selvagens estão desaparecendo por causa do uso de pesticidas
Governo americano reconhece que o pesticida mais usado no mundo pode prejudicar as abelhas

Foto: James de Mers/Pixabay

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Um comentário em “ONU proclama 20 de maio como Dia Mundial da Abelha

  • 28 de março de 2018 em 3:34 PM
    Permalink

    É muito triste, só agora reconhecer o dia das abelhas.
    Elas nos dão a maior lição do mundo como viver sem danificar nada no planeta.
    O trabalho de produção de mel é a coisa mais sublime que já vi.
    Elas estão morrendo pois onde passamos não somos capaz de respeita las .
    A Mãe NATUREZA , dotou todos os seres para viver em harmonia com o universo.
    Só que o homem se acha sábio e destrói tudo até a própria casa onde habita.

    Resposta

Deixe uma resposta