O impacto das mudanças climáticas em imagens

O impacto das mudanças climáticas em imagens

A revista National Geographic convidou fotógrafos do mundo inteiro para registrar os impactos do aquecimento global no planeta. As imagens foram compartilhadas na comunidade da publicação e os editores fizeram uma seleção, que foi exibida durante a Conferência das Nações Unidas para as Mudanças Climática, realizada no final do ano passado, no Marrocos, a COP22.

Pela lente destes fotógrafos, fica evidente que não há como negar os efeitos das mudanças climáticas sobre a vida na Terra. A emissão sem controle de gases de efeito estufa, liberados pela queima dos combustíveis fósseis (carvão, petróleo, gás), utilizados para produzir mais e mais bens, já causa impactos irreversíveis no dia a dia do ser humano e dos animais que habitam o planeta.

A emissão de gás carbônico (CO2) bateu recordes em 2016, assim como a temperatura da superfície terrestre. Com o clima mais quente, sofrem todos: florestas são destruídas por causa de incêndios provocados por secas históricas, populações costeiras perdem suas casas pelas enchentes, consequência do aumento do nível do mar, e homens, mulheres, crianças e espécies únicas da natureza morrem de fome.

É o que mostra, por exemplo, a foto que abre este post. Em “Sem neve, sem gelo?”, Patty Waymire fez o registro de um urso solitário, na ilha de Barter, no Alaska, na costa do Ártico. Numa época do ano em que deveria haver gelo, o clima estava anormalmente quente. Como isso irá afetar a vida da população de ursos? Eles irão sobreviver?

Mas muitas vezes, palavras são supérfluas. Imagens podem ser um alerta muito mais poderoso.

Então, abaixo segue o triste olhar dos profissionais da fotografia sobre a situação no planeta. Ainda há tempo de reverter este cenário, basta que façamos força para que isso aconteça.

Diana Paboojian fez o registro de anêmonas esbranquiçadas na Indonésia, efeito do aquecimento dos oceanos

A foca morta sobre uma plataforma de gelo quebrado na Antártica – Kira Morris

Glaciares na Islândia já perderam 12% de sua superfície nos últimos 15 anos – Tom Schifanella

Homem tenta pescar em lago seco na Califórnia – Pamela Peters

Sem alimento por causa do degelo, urso se aproxima de vilarejo e é acuado por cães, no Ártico – Vladimir Melnik

Valadim Balakin fez esta foto chocante da carcaça de um urso polar na Noruega

A explosão do Mount Diablo, durante seca na Califórnia – Eric Smith

Ilha na Índia sofre com erosão e enchentes – Arka Dutta

Mais de 30% das florestas de Zagros, no Irã, já foram destruídas pelo homem – Mohamad Ali Najib

 

Fotos: divulgação National Geographic

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta