Novo recorde: este foi o junho mais quente

Pessoas caminham em dunas no deserto

Nunca tivemos um junho tão quente desde que começaram as medições, em 1880. O mês passado teve temperatura 0,8ºC maior do que a média história do período, revelou a Nasa, na semana passada.

Antes, o mês de junho que ocupava a posição de mais quente era o de 1998, que registrou 0,77ºC acima da média. Tanto nesse caso quanto agora em 2015, a razão apontada culpada pelo aumento de temperatura é o El Niño, fenômeno de aquecimento das águas do oceano Pacífico.

aumento-temperatura-junho
Aumento da temperatura em junho na comparação com a média de 1951 a 1980. – Imagem: Nasa

Nos últimos dois meses, o fenômeno cresceu em intensidade e já é considerado um dos mais fortes dos últimos 50 anos. Meteorologistas estimam que o El Niño de 2015 pode contribuir ainda mais para aquecer o planeta, que já sofre com as elevações de temperatura decorrentes das emissões de gases de efeito estufa.

De acordo com a agência espacial, isso pode levar 2015 a bater outro recorde, desta vez mais preocupante: o de ano mais quente, superando 2014, quando a média global de temperatura foi 0,69ºC maior do que a média do século 20.

Foto: Domínio Público/Pixabay

Jornalista, Marina escreve sobre meio ambiente para diversas publicações brasileiras desde 2011. Já colaborou para veículos como Superinteressante, Exame, VEJA, VEJA SP, M de Mulher, Casa Claudia, VIP, Cosmopolitan Brasil, Brasil Post, National Geographic Brasil, INFO e Planeta Sustentável.

Marina Maciel

Jornalista, Marina escreve sobre meio ambiente para diversas publicações brasileiras desde 2011. Já colaborou para veículos como Superinteressante, Exame, VEJA, VEJA SP, M de Mulher, Casa Claudia, VIP, Cosmopolitan Brasil, Brasil Post, National Geographic Brasil, INFO e Planeta Sustentável.

2 comentários em “Novo recorde: este foi o junho mais quente

Deixe uma resposta