Novo estudo revela melhor maneira de retirar agrotóxico da maçã

maçã

Como você faz para lavar a maçã antes de comer? Coloca-a de molho no vinagre, só usa água corrente ou joga algumas gotas de hipoclorito de sódio? Ou será que apenas dá aquela esfregadinha no pano de prato ou na camiseta?

Um estudo divulgado ontem (25/10) na publicação científica Journal of Agricultural and Food Chemistry afirma que a maneira mais eficiente de retirar todos os resíduos de pesticidas da maçã é lavando com bicarbonato de sódio. Isso mesmo! Aquele pozinho que muitas donas de casa têm no armário.

A experiência feita pelos pesquisadores da Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, comparou a eficácia de três métodos de limpeza: água corrente, hipoclorito de sódio e bicarbonato de sódio. O último se mostrou o melhor!

Os pesquisadores deixaram a fruta de molho na água em uma mistura de uma colher de chá de bicarbonato de sódio com dois copos de água, por cerca de 15 minutos. O resultado revelou que 80% do tiabendazol e 96% do inseticida phosmet – as substâncias examinadas no estudo -, foram eliminados da casca e das camadas mais profundas da maçã.

Segundo os cientistas americanos, a experiência prova que o método comumente utilizado para a lavagem de frutas por produtores não é o mais eficiente para a descontaminação de agrotóxicos.

A recomendação dos pesquisadores é que o ideal continua sendo descascar a fruta para ter certeza de que qualquer resíduo de pesticida não será ingerido, entretanto, a casca é também uma importante fonte de fibras e nutrientes.

A nova descoberta do uso do bicarbonato de sódio para a retirada de agrotóxicos só é válida, todavia, para a maçã, que fez parte do estudo, e está entre as dez frutas e verduras com mais alto nível de residual de defensivos agrícolas.

Pesticidas e outras substâncias químicas passaram a ser largamente empregadas na lavoura para combater fungos, pragas e bactérias e desta maneira, aumentar a produtividade da agricultura. Mas, nas últimas décadas, muito tem se discutido sobre o impacto dos agrotóxicos sobre a saúde humana e também, da vida selvagem.

Já é provado cientificamente, por exemplo, que o declínio das abelhas no mundo foi provocado, entre outras causas, pelos pesticidas (leia mais aqui).

Anualmente, nos Estados Unidos, a organização Environmental Working Group (EWG) analisa o residual de agrotóxicos encontrados em frutas e verduras no país. Abaixo segue a lista dos que apresentam a maior quantidade destas substâncias:

  1. Morango
  2. Espinafre
  3. Nectarina
  4. Maçã
  5. Pêssego
  6. Pera
  7. Cereja
  8. Uva
  9. Aipo
  10. Tomates

Vale lembrar que há restrições e proibições diferentes para uso de agrotóxicos em cada país. Infelizmente, o Brasil é um dos que ainda mais utiliza pesticidas na lavoura.

Leia também:
Especialistas denunciam “mito” sobre pesticidas serem essenciais para alimentar humanidade
Abelhas selvagens estão desaparecendo por causa do uso de pesticidas
Abelhas do Havaí entram para lista de espécies em extinção
Trichoderma defende, ataca e dribla no time dos orgânicos

Foto: Chris Gladis/Creative Commons/Flickr

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Um comentário em “Novo estudo revela melhor maneira de retirar agrotóxico da maçã

  • 27 de outubro de 2017 em 10:13 AM
    Permalink

    Excelente Suzana!

    Resposta

Deixe uma resposta