Neste Outono, o que a natureza está dizendo pra você?


De acordo com o calendário, o Outono começou esta semana. Nós já sentimos algumas mudanças no ambiente e também nas nossas disposições e formas de perceber o mundo ao redor. E você? Já parou pra reparar nas mudanças que o outono começou a trazer? Nosso convite é para ir além do que aprendemos sobre a estação, para além do que podemos receber de mensagens pela internet. Como é que você percebe as mudanças das estações a partir de sua própria sensibilidade?

Na escola nos ensinam sobre as estações do ano com características bastante estereotipadas. Para o Outono nos mostram imagens de folhas caindo, todas alaranjadas, que é o que acontece nos países do hemisfério norte. Da mesma forma, o Inverno é entendido como a estação do frio e muitas vezes as explicações vêm acompanhadas de cenas que mostram neve. A Primavera vem trazendo as flores. O Verão chega com o sol radiante. Mas o que esses referenciais de outras terras verdadeiramente nos ensinam sobre as estações do ano, se aqui as vivenciamos de outra forma?

O Brasil é um país imenso, com 8.516.000 km², por onde passam o Trópico de Capricórnio e a linha do Equador. Na escola, também nos ensinam que estas linhas marcam, entre outras coisas, o tipo de clima do local. No entanto, as experiências com as estações variam muito de acordo com as regiões. Por isso, convidamos você a refletir sobre a relação entre o que nos ensinam, o que realmente acontece em cada estação na região em que vive e como sente essas mudanças, de que maneira elas te tocam?

Você já observou atentamente o que cada uma dessas estações traz de diferente?

No meio da nossa rotina atribulada, muitas vezes nem percebemos essas mudanças. Por vezes, elas são bastante evidentes, como por exemplo, ficou mais frio. Outras são bastante sutis, como por exemplo, a mudança da luminosidade. Perceber a mudança de temperatura é algo que se faz com maior facilidade. Mas você já parou para olhar qual árvore está florida, quais folhas mudaram de cor, como a posição do sol mudou, o que cai da árvore em cada época? Mudam pássaros, conchas, o movimento do mar? Na região sudeste, onde estamos, o clima é tropical e as flores, por exemplo, aparecem o ano todo, não só na primavera. Quem vive em cidades litorâneas consegue perceber nas praias o que muda no ambiente?

A natureza é viva, estar junto e criar um vínculo nos permite perceber melhor estes ciclos.

A Ana Carol, uma das autoras deste blog,  percebeu muito isso em suas vivências nas escolas da floresta. As crianças de lá conheciam tudo. Elas conheciam cada árvore, não com conhecimento científico, mas um conhecer de amizade, de convivência. Elas sabiam o que havia mudado, que árvores estavam se preparando para brotar em pouco tempo, quais pássaros gostavam de estar em cada uma delas… Era um conhecer de intimidade. É esse conhecimento que desejamos desenvolver por aqui. Um conhecimento que brota da relação, da observação, do estar junto.

Perceber estes ciclos nos faz perceber a vida que existe em nós. Pois, se somos natureza, também nos transformamos com os ciclos da terra. Se no verão o calor e as chuvas fortes deixam as pessoas mais alegres e dispersas (ou não), que efeitos essa mudança para um clima mais fresco e mais seco provocam em seu humor, disposição, sensibilidade, abertura? A luminosidade, o vôo dos pássaros, o brilho das folhas nas árvores estão te dizendo algo. O que você tem ouvido?

Foto: Renata Stort

Ana Carolina é pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica, e trabalha com primeira infância. Rita é bióloga e socióloga, ministra cursos, vivências e palestras para aproximar crianças e adultos da natureza. Quando se conheceram, em 2014, criaram o projeto “Ser Criança é Natural” para desenvolver atividades com o público. Neste blog, mostram como transformar a convivência com os pequenos em momentos inesquecíveis.

Ana Carolina Thomé e Rita Mendonça

Ana Carolina é pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica, e trabalha com primeira infância. Rita é bióloga e socióloga, ministra cursos, vivências e palestras para aproximar crianças e adultos da natureza. Quando se conheceram, em 2014, criaram o projeto "Ser Criança é Natural" para desenvolver atividades com o público. Neste blog, mostram como transformar a convivência com os pequenos em momentos inesquecíveis.

Deixe uma resposta