Nenhuma árvore a menos! Assine a petição para impedir o desmatamento no Pará


1,1 milhão de hectares de florestas no Paráque equivalem ao dobro do tamanho do Distrito Federal ou 1,5 milhão de campos de futebol e incluem cinco Unidades de Conservação – estão ameaçados e podem se tornar vulneráveis ao agronegócio, à mineração e à exploração madeireira caso duas medidas provisórias sejam aprovadas em votação no Congresso Nacional até o final deste mês. São elas:

MP 756/2016, que altera os limites do Parque Nacional (PARNA) do Rio Novo, localizado nos municípios de Itaituba e Novo Progresso, e da Floresta Nacional (FLONA) do Jamanxim, localizada no município de Novo Progresso. Esta MP teve o texto-base aprovado hoje pela Câmara em votação simbólica (sem registro individual dos votos), mas, no momento (19h24), o plenário analisa pedido de retirada da pauta da MP.

MP 758/2016
, que altera os limites do Parque Nacional (PARNA) do Jamanxim, localizado nos municípios de Itaituba e Trairão, no Pará, da Área de Proteção Ambiental (APA) do Tapajós, localizada nos municípios de Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso e Trairão, no Pará.

O prazo para o término das votações é 29 de maio, por isso, o Greenpeace criou a petição Nenhuma Árvore a Menos, que faz parte do movimento #RESISTA contra o governo Temer e os ruralistas pelos direitos humanos, e conta com todos nessa mobilização. Vamos nessa?

Manter e criar novas áreas protegidas é uma das formas mais eficientes de impedir o desmatamento e buscar um clima mais equilibrado para o planeta. Caso as propostas do governo e da bancada ruralista vinguem, a exploração e a destruição na região serão inevitáveis e incentivarão crimes ambientais, a ação de grileiros e o aumento da violência no campo e do desmatamento, que já são intensos.

Imagem: Divulgação

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

2 comentários em “Nenhuma árvore a menos! Assine a petição para impedir o desmatamento no Pará

  • 25 de maio de 2017 em 11:16 PM
    Permalink

    Olá! Não estou conseguindo assinar, entro no site do GreenPeace, mas ao clicar na opção Assinar, volto de novo para a página da reportagem de lá! Alguém poderia me dar uma ajuda por Favor!? Gratidão!!!!

    Resposta
  • 27 de maio de 2017 em 11:01 AM
    Permalink

    Nenhuma árvore a menos… Vamos defender a criação ; a mãe terra, a mãe fauna e flora

    Resposta

Deixe uma resposta