Nas Filipinas, baleia é encontrada morta com 40 kg de plástico no estômago

baleia

Talvez, infelizmente, em breve deixemos de noticiar algo assim, já que o fato está se tornando cada vez mais comum. Em 2018, foram várias baleias descobertas, sem vida, com o estômago cheio de resíduos plásticos.

No último sábado (16/03), ocorreu uma nova tragédia. A organização não-governamental D’ Bone Collector Museum, nas Filipinas, divulgou em sua página no Facebook que a necropsia realizada em uma baleia, encontrada morta numa praia local, revelou que a causa da morte era 40 kg de sacolas plásticas.

O cetáceo era uma jovem baleia-bicuda-de-cuvier (Ziphius cavirostris). Entre o lixo plástico estavam 16 sacos de arroz e dezenas de sacolas de compras. “Nunca tínhamos visto uma baleia com tanto plástico no organismo. É repugnante. Governos precisam fazer algo urgentemente contra aqueles que continuam a tratar cursos d’água e oceanos como lixeiras”, alertou a ONG.

As imagens abaixo – chocantes -, mostram o  trabalho dos biólogos.  

Em fevereiro, a equipe da organização fez uma autópsia em outra baleia, da espécie cachalote-pigmeu (Kogia breviceps), e nela também foram achados resíduos plásticos dentro do corpo.

No começo deste texto, digo que esta não é a primeira nem será a última baleia a ser descoberta com o estômago cheio de plástico. Isso porque este já é o quarto cetáceo que aparece morto, nos últimos meses, e que tem o registro feito pela mídia.

Em novembro, mostramos a baleia cachalote encontrada morta na Indonésia, que tinha sacolas, sandálias e mais de 100 copos plásticos no estômago. Em abril, foi a vez de outra cachalote, encalhada na Espanha, com 29 kg de plástico no estômago. Dois meses depois, outro animal sem vida, dessa vez na Tailândia, tinha engolido 80 sacolas plásticas.

É hora de dar um basta no lixo plástico! O problema já saiu de controle há muito tempo. Antes que não exista mais vida marinha nos oceanos, a sociedade precisa se conscientizar, de uma vez por todas, que NÃO, não é possível mais produzir, consumir e descartar plástico da maneira que fizemos até hoje!

Leia também:
Baleia gigante, enroscada em plástico, é atração em desfile de carnaval
Enquanto multinacionais lançam “Aliança pelo Fim do Lixo Plástico”, nos bastidores, investem em novas fábricas… de plástico
Golfinho encontrado morto no litoral de SP tinha lacre plástico no focinho
Baleia jubarte é encontrada morta, a cerca de 15 metros da praia, na Ilha do Marajó. Mistério?

Fotos: Silver Leapers/Creative Commons/Flickr* (abertura) e demais divulgação D’Bone Collector Museum

*A imagem que abre este post é de uma baleia da mesma espécie daquela das Filipinas, mas encontrada morta, em 2018, no Canadá. Preferimos não usar as imagens chocantes do animal sendo autopsiado na divulgação das redes sociais

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

2 comentários em “Nas Filipinas, baleia é encontrada morta com 40 kg de plástico no estômago

  • 21 de março de 2019 em 3:27 PM
    Permalink

    Muito bom Suzana. Espero que vocês um dia não precisem mais fazer este tipo de reportagem, de conscientização. Que o ser humano aprenda a respeitar o planeta em que vive e tudo que nele habita.

    Resposta
    • 21 de março de 2019 em 4:21 PM
      Permalink

      Obrigada, querida!
      Realmente, é muito triste ter que noticiar uma coisa assim. Pensar que tudo isso é culpa do ser humano.
      Beijinho, com saudades,
      Su

      Resposta

Deixe uma resposta