Ministro do Meio Ambiente debocha de fracasso da COP25 com foto de churrasco nas redes sociais

Em deboche público, ministro do Meio Ambiente desdenha fracasso da COP25 com foto de churrasco nas redes sociais

O encerramento das reuniões da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, a COP25, em Madrid, provocou um senso de frustração em todos. Nada de novo foi acertado e as metas de redução de emissões de carbono da grande maioria dos países envolvidos nas discussões continuam ainda longe do ideal para conter os efeitos catastróficos causados pelo aquecimento desenfreado da atmosfera da Terra.

A atuação do governo brasileiro no encontro foi muito criticada pela diplomacia internacional. O Brasil foi um dos responsáveis por emperrar as negociações em relação ao ‘mercado de carbono’, um dos principais temas da conferência (leia mais aqui).

Durante toda a semana passada, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, usou sua conta no Twitter para relatar o que acontecia – sob seu ponto de vista, obviamente -, em Madrid. “A COP25 não deu em nada. Países ricos não querem abrir seus mercados de créditos de carbono. Exigem medidas e apontam o dedo para o resto do mundo, sem cerimônia, mas na hora de colocar a mão no bolso, eles não querem. Protecionismo e hipocrisia andaram de mãos dadas, o tempo todo”.

Em outro tuíte, do dia 13 de dezembro, Salles escreveu: “Cedemos demais e recebemos de menos. Tipicamente cortesia com o chapéu dos outros”.

O ministro também causou vergonha ao Brasil por ter declarado que a Alemanha teria aceitado uma nova proposta para o Fundo Amazônia e a embaixada do país europeu ter desmentido o anúncio de Salles (saiba mais nesta outra reportagem, de Mônica Nunes).

Ainda durante a COP25, o representante brasileiro causou outro momento constrangedor quando, junto a políticos, ambientalistas e indígenas, que fizeram um minuto de silêncio pelos Guajajaras assassinados, Salles se recusou a dar as mãos às demais pessoas e as cruzou atrás do corpo.

E como se tudo isso não bastasse, ontem (15/12), em uma demonstração de deboche público e escárnio total, não apenas com o povo brasileiro, mas diante da comunidade internacional, Ricardo Salles postou uma foto de um prato com carne no Twitter, acompanhado da seguinte frase: “Para compensar nossas emissões na COP, um almoço veggie!”

Ministro do Meio Ambiente debocha de fracasso da COP25 com foto de churrasco nas redes sociais

É simplesmente inadmissível que uma figura pública, que representa os interesses do governo do Brasil e seu povo, use de tal ironia sobre um assunto tão sério.

A pecuária é apontada por cientistas do clima como uma das principais responsáveis pelo aquecimento global. A produção de gado requer imensas áreas de terra e consome enormes quantidades de água e energia. Além disso, bois e vacas emitem metano, um dos gases que provoca o efeito estufa. Apesar de ser algo natural – a emissão do metano por esses animais -, para atender a demanda voraz por carne de consumidores, o tamanho do rebanho global atualmente é inimaginável, sem precedentes na história.

Lamentável que Salles faça esse tipo de piada. O Brasil precisa de pessoas sérias, que façam seu trabalho sem colocar em dúvida aquilo que a ciência já provou: é urgente que se reduza o consumo de carne no planeta.

Leia também:
Organizações repudiam declaração de Ricardo Salles de que Greenpeace estaria por trás de vazamento de óleo no Brasil
Ricardo Salles recebe prêmio ‘Exterminador do Futuro’ em audiência pública na Câmara dos Deputados
Parlamentares querem impeachment do ministro do meio ambiente e entram com pedido no STF
Greenpeace protesta contra “tour da mentira” de Ricardo Salles na Europa

Foto: Lula Marques/Fotos Públicas

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Ministro do Meio Ambiente debocha de fracasso da COP25 com foto de churrasco nas redes sociais

  • 16 de dezembro de 2019 em 11:11 PM
    Permalink

    Deveria ser chamado de “sociopata do meio-ambiente”. Cada ministro de Bozonazi é sociopata em alguma área do anti-conhecimento.

    Resposta

Deixe uma resposta