Minha fotografia mais famosa?!

fotografia de uma sucuri

Em agosto de 2010, eu captei esta que é talvez a minha fotografia mais conhecida mundialmente. Na imagem, feita durante uma de nossas expedições na região de Bonito (MS), o fotógrafo suíço Franco Banfi fica cara a cara com uma enorme sucuri-verde debaixo d’água.

Lembro-me que o sucesso veio muito rápido e de maneira inesperada, em um domingo de janeiro de 2012. Eu tinha passado o dia no mato com amigos, sem comunicação, e no fim da tarde, quando voltava para casa, assim que o celular deu sinal começaram a pipocar dezenas de mensagens de texto e voz.

Não entendi o que estava acontecendo, até ligar o computador e conferir: por algum desses mistérios inexplicáveis da internet, a foto postada no Facebook mais de um ano antes havia viralizado.

Neste dia, ela se tornou o assunto mais acessado no maior site de notícias do Brasil. Foi compartilhada milhares de vezes em redes sociais e replicada com destaque nos principais portais noticiosos do país, além de sites na Europa e nos Estados Unidos. Recebi centenas de pedidos de amizade no Facebook e as visitas diárias do meu blog na época aumentaram de 150 para 11.000 acessos. Foram muitos telefonemas de produtores de programas televisivos de grande audiência nacional, solicitando permissão para usar a foto – pedidos negados.

Na época, ao invés de me trazer a plena satisfação do sucesso, tanta visibilidade me gerou muita preocupação. Afinal, a exemplo de outros animais que são vítimas de preconceitos infundados, serpentes como as sucuris despertam muito temor. A maneira como a foto seria mostrada me deixou apreensivo também com relação à imagem de Bonito, consagrado destino nacional de turismo de natureza.

Passados tantos anos, no entanto, vejo que hoje as sucuris tornaram-se um atrativo a mais da região, em parte graças ao trabalho de divulgação que fazemos questão de conduzir sem sensacionalismo. Bons exemplos são matérias como aquelas escritas por Luciano Candisani para a National Geographic e programas televisivos como a série “Tales by Light”, realizada pela produtora australiana Untitled Films, em parceria com a Canon Australia, atualmente disponível na Netflix.

Na minha opinião, esta é uma das principais contribuições que a fotografia de natureza pode oferecer para a conservação ambiental – e deve sempre nortear o trabalho de fotógrafos comprometidos com a ética.

Biólogo com pós-graduação em jornalismo científico e diretor da empresa Photo in Natura. Trabalha como fotógrafo da natureza na região do Pantanal e Bonito (MS), onde ministra workshops de fotografia e atua como guia para públicos de interesses especiais.

Daniel De Granville

Biólogo com pós-graduação em jornalismo científico e diretor da empresa Photo in Natura. Trabalha como fotógrafo da natureza na região do Pantanal e Bonito (MS), onde ministra workshops de fotografia e atua como guia para públicos de interesses especiais.

Deixe uma resposta