Metrô de Londres usa tecnologia para reciclar energia gerada por freios

metrô de londres usa energia dos freios

Em projeto pioneiro e inédito no mundo, a administração dos trens subterrâneos de Londres, localmente chamados de tubes, anunciou que conseguiou reutilizar a energia gerada pela freada dos vagões para suprir a demanda de eletricidade das estações.

O sistema de conversão de energia foi empregado durante um teste de cinco semanas na subestação de Cloudesley Road, da Linha Victoria. A eletricidade produzida, ou melhor – reciclada – foi suficiente para abastecer a demanada da estação de Holborn (uma das maiores da cidade) por mais de duas semanas.

Além de reduzir a pegada de carbono do London Underground, a tecnologia trará ganho de economia de US$ 9 milhões por ano, dinheiro este que poderá ser reinvestido na melhoria do transporte público da capital inglesa. O valor representaria uma economia de 5% no total de gastos do setor.

Outro benefício criado pelo sistema de reciclagem de energia é a redução do calor gerado pela freada dos trens nos túneis subterrâneos, e consequentemente, a necessidade de resfriamento do ar nas estações.

“Os resultados deste projeto são realmente surpreendentes e demonstram o enorme potencial para o aproveitamento de energia nas nossas estações de trem”, afirmou Matthew Pencharz, executivo responsável pela área de Meio Ambiente e Energia de Londres. “A nova tecnologia garante que a rede se torne mais sustentável e eficiente financeiramente”.

O investimento em inovação faz parte de uma política do governo para transformar o sistema de transporte público da cidade mais limpo e verde. Uma das medidas adotadas recentemente foi a troca da frota de ônibus por modelos híbridos e com zero emissão de carbono. A malha de trens também está sendo modernizada para ampliar o atendimento aos londrinos.

“Estamos comprometidos em reduzir os gastos energéticos e com isso, diminuir nosso impacto ambiental”, garantiu Chris Tong, diretor de Energia do London Underground.

Leia também:
Trens da Holanda funcionarão somente com energia eólica
Índia inaugura primeiro aeroporto 100% solar do mundo
Índia faz primeiros testes com trem movido a energia solar

Foto: Chris Jones/Creative Commons/Flickr

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

2 comentários em “Metrô de Londres usa tecnologia para reciclar energia gerada por freios

Deixe uma resposta