Marca sueca fabrica bicicleta com cápsulas de café recicladas

Marca sueca fabrica bicicleta com cápsulas de café recicladas

As cápsulas de café ganharam o mundo nas últimas décadas. Práticas, coloridas, charmosas. Todavia, trouxeram com elas um enorme impacto sobre o meio ambiente. Apesar de a maioria delas serem recicláveis, os consumidores simplesmente as jogam no lixo.

Muitas empresas têm feito um enorme esforço junto a seus clientes para incentivar e facilitar o descarte correto e a reciclagem desses produtos. Outras desenvolveram soluções mais sustentáveis, como é o caso da  brasileira Orfeu Cafés Especiais, que lançou cápsulas biodegradáveis e que viram adubo em 4 meses.

Já a gigante suíça Nespresso acaba de fazer uma parceria com a fabricante sueca Vélosophy para transformar suas cápsulas de café de alumínio em bicicletas.

O quadro de cada bike é feito com 300 cápsulas recicladas (o alumínio é um material que pode ser derretido e reutilizado infinitamente). Chamada de RE:CYCLE, a bicicleta foi projetada em dois modelos: um para uso na cidade e outro para esportistas. Ambas têm edição limitada de 1 mil unidades e o custo é de 1.290 euros.

Marca sueca fabrica bicicleta com cápsulas de café recicladas

Feita de alumínio reciclado, a RE:CYCLE pesa 15 kg

Entretanto, o mais bacana do projeto, que tem como principal objetivo mostrar o potencial enorme da reciclagem do alumínio, é que ele não para por aí. A cada bicicleta vendida, uma é doada para um menina, em idade escolar, em um país pobre, especialmente, na África.

Estudantes recebem as bikes doadas pela Vélosophy

Este sempre foi o compromisso da Vélosophy, desde sua fundação em 2015. “Ao dar uma bicicleta a uma menina em um país em desenvolvimento, isso fará com que sua presença na escola aumente em cerca de 30% e seus resultados em até 60%. São fatos como esse que nos inspiram todos os dias”, afirma Jimmy Östholm, CEO e fundador da marca.

Recicle suas cápsulas!

No Brasil, a Nespresso tem um centro de reciclagem na região metropolitana de São Paulo. Ali chegam 20% das cápsulas comercializadas pela multinacional no país.

Ainda é uma porcentagem muito pequena, mas a marca estimula seus consumidores a reciclarem esses resíduos da maneira certa. No Rio de Janeiro e em São Paulo, quem compra produtos online, pode optar pela entrega “verde” através de bicicletas e deixar com o portador as cápsulas velhas para serem encaminhadas para a reciclagem.

Outra forma de dar destino correto às cápsulas é levando-as até às lojas Nespresso em sua cidade. Há 97 pontos de coleta no país e neste link você consegue encontrar o local mais próximo da sua casa.

Leia também:
Feita de plástico reciclado, bicicleta sustentável brasileira ganha o mundo
Bike Clandestina: bicicleta se transforma em cadeira e mesa para protestar contra impostos abusivos no Brasil
O café sustentável (e as novas cápsulas recicláveis) da Laughing Man Coffee de Hugh Jackman
Prefeitura de Hamburgo proíbe uso de cápsulas de café em prédios públicos
Borra de café é usada na produção de xícaras e copos reutilizáveis de… café!
Estradas feitas de café

Fotos: divulgação Vélosophy

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta