Líderes religiosos declaram apoio ao Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas

declaracao-interreligiosa-apoia-acordo-de-paris
A apenas quatro dias da cerimônia de assinatura do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas, um grupo de 270 líderes religiosos do mundo todo se uniu para produzir a Declaração Interreligiosa (Interfaith Statement 2016) de apoio ao pacto climático e pedir ações ambiciosas no combate ao aquecimento global.

O documento – que tem, entre os signatários, o monge budista Dalai Lama, o reverendo sul-africano Desmond Tutu, além do Rabino Yashuv Cohen, o Grand Imam Maulana Syed Muhammad Abdul Khabir Azad, a Sacerdotisa Beatriz Schulthess e o Sheik Naqshbandiyya-Mujaddidiyya da Ordem Sufi – foi entregue, hoje, ao presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, embaixador Mogens Lykketoft (foto acima), em Nova York. Mas não são somente personalidades espirituais que apoiam a declaração; ela também é assinada por 4.639 indivíduos (comuns como nós; entre eles, está um brasileiro) e 86 grupos de todo o mundo.

declaracao-interreligiosa-apoia-acordo-de-paris-2Além de apoiar a implementação do Acordo de Paris e todas as decisões tomadas no âmbito da 21ª. Conferência de Mudanças Climáticas (COP21), o documento sincrético também intensifica o apoio das comunidades religiosas a ações agressivas e ambiciosas contra as alterações do clima, que incluem, por exemplo, a rápida eliminação dos subsídios aos combustíveis fósseis e a transição mais efetiva para as energias 100% renováveis, tendo como base o compromisso de perseguir e não medir esforços para limitar o aumento da temperatura média global a 1,5 graus centígrados, acima dos níveis pré-industriais.

“O planeta já ultrapassou os níveis seguros de emissões dos gases de efeito estufa na atmosfera. A menos que estes níveis sejam rapidamente reduzidos, corremos o risco de criar impactos irreversíveis e de colocar centenas de milhões de vidas, de todas as espécies, em grave risco”, adverte o texto inicial da Declaração. Por meio dela, seus signatários se comprometem a lutar para que as comunidades religiosas do mundo todo sejam ativas no que tange à responsabilidade moral de cuidar do planeta Terra, como aponta a Encíclica Verde Laudato Si – escrita pelo Papa Francisco, e outras declarações sobre alterações climáticas firmadas por budistas, judeus, sikhs, hindus, cristãos, entre outros líderes religiosos.

Nas redes sociais, a campanha está sendo divulgada com a hashtag #Faiths4ParisAgreement. E, abaixo, segue o vídeo que anunciou o encontro de hoje, também nas mídias digitais.

Imagem: Divulgação/Interfaith Climate Change Statement 2016

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta