Leve as crianças para observar aves!

leve-as-criancas-para-observar-aves-Walton-LaVonda

Neste mês das crianças, nada mais perfeito do que aproximá-las das aves. Se estes belos seres fascinam os adultos, imagina o encantamento que provocam nos pequenos.

Creio que isso acontece porque as aves são coloridas, cantam e… voam! Existe algo mais impressionante do que voar?

Quem já não passou um tempão observando as aves na infância? Ou melhor: quem já não quis ser como uma ave e, simplesmente, alçar voo quando sentisse vontade?

Por tudo isso, em pouco tempo as aves capturam a atenção das crianças e, em muitos casos, tornam-se um dos primeiros vínculos entre elas e a natureza, abrindo caminho para perguntas, questionamentos e vivências, não apenas relacionadas a esses seres alados, mas também com todo o ambiente onde eles vivem.

Foi isso que aconteceu na infância de alguns dos mais importantes cientistas do mundo: eles foram inspirados pelas aves.

Charles Darwin – renomado naturalista e um dos cientistas mais importantes da história –, em sua autobiografia, descreve que, quando criança, odiava a escola e preferia passar seu tempo observando-as.

Já Santos Dumont, ao falar de sua infância, a relata como “compridas tardes ensolaradas do Brasil, minadas pelo zumbido dos insetos e pelo grito distante de algum pássaro, em que, deitado à sombra da varanda, eu me detinha horas e horas a contemplar o céu brasileiro e a admirar a facilidade com que as aves, com suas longas asas abertas, atingiam as grandes alturas”.

Creio que não preciso explicar a importância da reconexão das crianças com a natureza. Mas qual o papel das aves nesta conexão?

O aclamado jornalista norte-americano Richard Louv, em seu livro best-seller Last Child in the Woods, aponta que uma série de distúrbios comuns entre as crianças – tais como, déficit de atenção e obesidade -, estão diretamente ligados à falta de contato com a natureza.

Segundo Louv, manter este contato é essencial para o desenvolvimento humano durante a infância. E a observação de aves é citada por ele como uma das práticas mais recomendadas para reaproximar as crianças do meio ambiente natural.

E isso é muito simples: basta levá-las para um passeio ao ar livre! As aves estão em qualquer lugar: nos quintais, nas varandas e nas janelas das grandes cidades, como já falamos aqui. Tudo que os adultos precisam fazer é indicar onde elas estão: sua beleza e seu encanto fará o resto.

leve-as-criancas-para-observar-aves-sandro-von-matter
A natureza pode estar mais perto do que se imagina! Esta é uma cena comum nas janelas de muitas cidades brasileiras: um casal de Rolinhas (Columbina talpacoti) pousa sobre fio elétrico

No caso das crianças um pouco mais velhas, para incentivá-las à prática vale dar-lhes um livro guia. Qualquer livro, por menor e mais simples que seja, está recheado de ilustrações coloridas que ajudam a aguçar ainda mais a curiosidade dos pequenos.

Um binóculo de brinquedo pode ser um bom próximo passo para incentivar as crianças a “mergulharem de cabeça” no mundo das aves.

E tudo bem se seus filhos, netos ou sobrinhos – ou ainda amigos de seus filhos, vizinhos – não se tornarem especialistas aos sete anos de idade. Aliás, é muito provável que, em seu primeiro contato com a natureza, as crianças se distraiam com gravetos, pedras, insetos e até minhocas. Mas a ideia é exatamente esta e as aves são apenas o começo da jornada.

A partir do encantamento pelas aves, as crianças podem começar a explorar um amplo universo natural. E é durante as novas descobertas na natureza que pais e educadores podem guiar as crianças para entender como o ambiente onde determinada espécie vive funciona, e qual o papel de cada pedra, frutinha e inseto para a vida das aves que habitam aquele local.

Fotos:  Walton LaVonda e Sandro Von Matter

Pesquisador em ecologia e conservação, se dedica a investigar questões sobre o topo das florestas tropicais e as fascinantes interações entre animais e plantas. Hoje, à frente do Instituto Passarinhar, é um dos pioneiros em ciência cidadã no Brasil, e desenvolve projetos em conservação da biodiversidade e restauração ecológica, criando soluções para tornar os centros urbanos mais verdes.

Sandro Von Matter

Pesquisador em ecologia e conservação, se dedica a investigar questões sobre o topo das florestas tropicais e as fascinantes interações entre animais e plantas. Hoje, à frente do Instituto Passarinhar, é um dos pioneiros em ciência cidadã no Brasil, e desenvolve projetos em conservação da biodiversidade e restauração ecológica, criando soluções para tornar os centros urbanos mais verdes.

Um comentário em “Leve as crianças para observar aves!

Deixe uma resposta