Leonardo DiCaprio produz e narra novo documentário sobre crise climática: “Gelo em Chamas”

leonardo dicaprio

O ator americano Leonardo DiCaprio é uma das mais importantes vozes, em Hollywood, na luta para combater as mudanças climáticas.

Em 2014, foi nomeado pelas Nações Unidas como Embaixador pela Paz e desde 1998, a fundação que criou e leva seu nome, financia projetos ao redor do mundo para a proteção e conservação do meio ambiente, animais, direitos indígenas e também, que desenvolvam soluções inovadoras contra o aquecimento global.

Em 2016, ele lançou o documentário “Before the Flood. Durante três anos, o ator viajou por cinco continentes e foi até o Ártico para ver o impacto dos extremos climáticos sobre o planeta e as populações mais vulneráveis.

Esta semana, DiCaprio está envolvido em mais uma produção que chega às telas sobre a crise climática. O ativista é o produtor e narrador de Ice on Fire Gelo em Chamas, na tradução para o português.

Dirigido por Leila Conners, o documentário, que está disponível no canal HBO, vai além de apenas relatar os efeitos catastróficos provocados pela atividade humana na Terra. O filme mostra soluções e tecnologias, nunca antes vistas, projetadas para desacelerar nossa crescente crise ambiental.

Documentário, filmado em diversos pontos do planeta,
já está disponível na plataforma HBO

Com pouco mais de 1h30 de duração, e filmado em lugares como Noruega, Alaska, Islândia, Estados Unidos, Suíça e Costa Rica, Ice on Fire apresenta pesquisas de ponta por trás da ciência climática atual – e as inovações que visam reduzir o carbono na atmosfera -, o que poderia abrir caminho para uma redução na temperatura global e trazer benefícios para os sistemas de vida do planeta.

Ice on Fire dá voz aos cientistas e pesquisadores que trabalham incansavelmente, todos os dias, na linha de frente das mudanças climáticas”, explica Leonardo DiCaprio.

“Queríamos fazer um filme que retratasse a beleza do nosso planeta, ao mesmo tempo em que destacasse soluções em energia renovável e sequestro de carbono. Mais do que mostrar o que está em jogo, se continuarmos num curso de inação e complacência, o documentário apresenta como, com a ajuda de cientistas dedicados, todos nós podemos reagir. Espero que o público seja inspirado a tomar medidas para proteger nosso lindo planeta”, diz o ator.

Segundo os produtores, embora grande parte do foco político e econômico recente tenha sido no setor de energia, o filme aponta que a retirada de CO2 da atmosfera e dos oceanos, e seu isolamento no subsolo ou em novos materiais, é talvez a melhor esperança para mitigar as mudanças climáticas.

Leia também:
Leonardo DiCaprio denuncia desmatamento na Amazônia em seu #desafio10anos
Praia paradisíaca de filme de Leonardo DiCaprio é fechada ao turismo na Tailândia
Leonardo DiCaprio entrega a Trump plano para criação de milhões de empregos verdes
Leonardo DiCaprio ganha Oscar e faz um discurso emocionante pelo planeta
Leonardo DiCaprio recebe prêmio e condena combustíveis fósseis em discurso em Davos
Leonardo DiCaprio se junta à campanha pelo desinvestimento em combustíveis fósseis

Fotos: divulgação

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta