Leão, o mais social de todos os felinos, ameaçado de extinção


Encontrado na África e na Ásia, o leão (Panthera leo) é o mais social de todos os felinos. Fêmeas da mesma família formam bandos, enquanto os machos se unem em coalizações para tentar conquistar um grupo de fêmeas. Caçam de forma cooperativa e podem derrubar presas grandes, como girafas, búfalos, hipopótamos e até elefantes. Mas também se alimentam de animais de pequeno porte e, em situações de desespero, podem comer carniça.

Os leões são predadores que se encontram no topo da cadeia alimentar, controlam a população de presas, abatem os indivíduos mais vulneráveis, eliminam portadores de doenças e são essenciais para a manutenção de um ecossistema saudável.

Infelizmente, a caça em retaliação pela morte de pessoas e do gado, a destruição do habitat e a venda de ossos para a fabricação de medicamentos (eles entram como substitutos dos ossos de tigre que se tornam cada vez mais raros) estão fazendo a população de um dos predadores mais formidáveis do mundo diminuir. As estimativas, segundo a  IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês), indicam que a população de leões na natureza está entre 30 mil e 100 mil indivíduos.

Por isso, nada mais justo do que um dia para lembrar a importância desses felinos extraordinários para o planeta: o Dia Mundial do Leão (World Lion Day), celebrado em 10 de agosto. A data foi criada com o objetivo de protegê-lo e expandir seu habitat, obtendo apoio para a conservação da espécie.


Além disso, iniciativas como a lançada pela National Geographic Society, em parceria com Dereck and Beverly Joubert, também são imprescindíveis. Trata-se do projeto Big Cats Initiative, que tem o compromisso de salvar tigres, onças, leões, leopardos, guepardos e outros grandes felinos. O objetivo é sensibilizar as pessoas e implementar mudanças para a dramática situação enfrentada por esses animais, entre eles, o leão.

Para se informar mais e participar desse projeto, é só acessar o link do site da National Geographic.

Fotos: Fábio Paschoal 

Apaixonado por animais desde criança, logo decidiu estudar Biologia, formando-se pela USP em 2005. É técnico em turismo e trabalhou como guia a partir de 2008, tendo conduzido, por três anos, passeios de ecoturismo no Pantanal e na Amazônia. De 2011 até 2016, foi repórter e editor do site da revista National Geographic Brasil, onde nasceu o blog Curiosidade Animal (desde dezembro de 2016, aqui, no Conexão Planeta).

Fábio Paschoal

Apaixonado por animais desde criança, logo decidiu estudar Biologia, formando-se pela USP em 2005. É técnico em turismo e trabalhou como guia a partir de 2008, tendo conduzido, por três anos, passeios de ecoturismo no Pantanal e na Amazônia. De 2011 até 2016, foi repórter e editor do site da revista National Geographic Brasil, onde nasceu o blog Curiosidade Animal (desde dezembro de 2016, aqui, no Conexão Planeta).

3 comentários em “Leão, o mais social de todos os felinos, ameaçado de extinção

  • 22 de agosto de 2017 em 2:08 PM
    Permalink

    Que mais pessoas despertem e vejam que não somos uma raça superior.

    Resposta
  • 29 de Março de 2018 em 12:17 AM
    Permalink

    Muito preocupante saber que o número destes lindos felinos caiu em mais 90 porcento em 75 anos!! Com certeza , tem ação do homem nisso

    Resposta
  • 23 de Maio de 2018 em 1:49 PM
    Permalink

    Comovemo-nos diante do rei da floresta que a cada dia perde sua realeza na mira dos caçadores tanto quanto estão na rota de colisão os elefantes, lobos, tigres, baleias, pandas, rinocerontes, araras e micos, isto é, onde o ser humano irracional inferior desmatou, incendiou, poluiu, caçou e pescou, destruiu habitats e tenta agora reverter o irreversível, purificando aqüíferos, punindo infratores e tentando consertar com Durex a Casa Planetária que o tem abrigado por milhões de anos, sem nada pedir em troca, a não ser respeito e ética. Em contra partida pululam as práticas de inseminação artificial naqueles animais considerados nada nobres, apenas objetos de consumo, fabricados em série como tubos de pasta de dente para deleite da pecuária que deita e rola sobre a carcaça deles, revertida em lucro multiplicado ao infinito, enquanto houver floresta para desmatar e virar pasto onde lhes será permitido, só um tiquinho, apreciar o sol, o céu azul, os passarinhos antes de serem “extintos”, sem apelação, porque precisam se transformar na churrascada de domingo, indispensável, tradicional e santa, porque os bebês chamados Baby Beef já estão chegando às pampas, com prazo de validade, na mira de garfos e facas, achando que A Vida é Bela.
    https://www.todamateria.com.br/animais-em-extincao-no-brasil/
    https://www.todamateria.com.br/animais-em-extincao-no-mundo/
    http://patasaoalto.com.br/saiba-de-onde-vem-a-carne-de-baby-beef-ou-vitela/2014/04/09/

    Resposta

Deixe uma resposta