‘In Pieces’: exposição online interativa mostra 30 espécies de animais em alto risco de extinção. Nosso tatu, entre eles!


O visual e a proposta deste site são muito encantadores. Dá vontade de ficar clicando para ver os 30 fragmentos de cada uma das 30 espécies de animais em alto risco de extinçãocomo o nosso tatu, acima – irem se juntando e formando figuras que lembram origamis. Podemos cria-los e destrui-los ao clicar.

Sua beleza e modernidade se devem à tecnologia de polígonos (nada a ver com Minecraft), que encantou o designer Bryan James, criador desta exposição interativa, cujo nome In Pieces (em pedaços ou em fragmentos, em tradução livre) é uma alusão à brincadeira visual e ao estado de conservação desses animais na Terra. São sapos, golfinhos, insetos, peixes, anta, corujas, pinguim, macacos, lince, alce, iguana, entre outros, de todos os continentes, com indicação de seus habitats e de quantos indivíduos ainda existem de cada um.

Preguíça-de-dedos-pigmeus

São 30 espécies em 30 pedaços, que formam uma linda coleção que celebra a diversidade animal e nos lembra da riqueza natural que estamos perdendo, a cada segundo. De acordo com James, a exposição foi criada para “educar, inspirar e provocar pensamentos sobre esse tópico complexo e intrincado da humanidade. Espero sinceramente que você possa tirar algo novo e aproveitar essa coleção tanto quanto eu gostei de pesquisar, projetar e construir”.

Os bichos expostos foram selecionados por suas diferenças, para que possamos aprender não só informações sobre a constituição física das espécies, ou como vivem, mas também sobre sua luta pela sobrevivência. “Muitos desses animais evoluíram de uma maneira particular que os torna evolutivamente distintos”.

mico-leão dourado
órix-de-cimitarra ou órix-branco ou órix-do-saara está extinta!,
Natural do norte da África, no deserto do Saara

Quer ver um exemplo? O Kakapo é uma ave que evoluiu sem predadores naturais e, portanto, não precisou de grandes instintos para se defender. Mas, infelizmente – e como é o caso da maioria das espécies expostas no site – os seres humanos começaram a caçá-lo por sua vulnerabilidade. Em seguida, introduziram o arminho e outras formas de controle de pragas para outras espécies, que quase o levou à extinção. Uma catástrofe provocada pelo homem.

A exposição apresenta espécies que exigiram um pequeno milagre para sobreviver porque a quantidade de indivíduos existentes sempre foi baixa demais para que continuasse existindo, como é o caso da vaquita, também chamada de boto-do-pacífico, que é uma espécie de golfinho, encontrada no Golfo da Califórnia, pequena área que separa a península da Baixa Califórnia, nos Estados Unidos, do território mexicano. Este ano, publicamos texto contando sobre a morte de uma das últimas vaquitas existentes no planeta.

O tatu brasileiro – que aparece no destaque deste post – faz parte desta exposição linda e triste, ao mesmo tempo.

É incrível perceber que depois de tantos milhões de anos e de todo conhecimento que adquirimos, das pesquisas cientificas, estejamos a caminho de destruir por completo o planeta, a natureza (“aquilo que chamamos de natureza”, como diz o líder indígena Ailton Krenak) e seus habitantes não-humanos. E tudo por causa de ganância, egoísmo e prazer idiota.

Todos os animais apresentados no In Pieces têm a proteção de organizações de preservação animal: veja a lista no site.

cavalo-marinho de Knysna, na África do Sul
libélula vermelha da Grécia
panda vermelho, comum a oeste do Nepal, sul do Tibete, Sikkim, Assam e Butão,
e em montanhas do norte de Mianmar e do sul da China
rinoceronte de Sumatra
coruja da floresta: ameaçada pelo desmatamento na África do Sul, Moçambique, Angola, Botsuana, Senegal e Etiópia
lince ibérico

Imagens: Reprodução/In Pieces

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Um comentário em “‘In Pieces’: exposição online interativa mostra 30 espécies de animais em alto risco de extinção. Nosso tatu, entre eles!

Deixe uma resposta