Havaianas e Instituto IPÊ lançam edição especial com estampas de animais em risco de extinção

havaianas

Onça-pintada, mico-leão e arara-vermelha. As três espécies de animais brasileiros, ameaçados de extinção, viraram estampa de uma edição especial das sandálias Havaianas. Os desenhos foram feitos pelo artista Arlin Graff, conhecido por seus grafites coloridos e geométricos.

A coleção foi criada para celebrar os 15 anos de parceria entre a marca e o Instituto de Pesquisas Ecológicas – IPÊ -, uma das mais importantes e sérias organizações não governamentais do Brasil, que trabalha pela proteção e preservação de nossa fauna e flora.

Desde 2004, já foram 15 coleções adulto e quatro infantil, retratando a biodiversidade do país. Nesse período, mais de 14 milhões de pares de sandálias com artes inspiradas em espécies brasileiras foram vendidas, revertendo de seus valores mais de R$ 8 milhões para a manutenção do instituto – 7% do valor das vendas líquidas da linha.

Os novos modelos custam R$ 37,90 e podem ser comprados pelo site da marca e nas lojas físicas, nos tamanhos 33/34 ao 45/46.

“Nossa parceria com as Havaianas é fundada no compartilhamento de ideias e confiança mútua entre marcas, dentro do que chamamos de Marketing Relacionado a Causas”, explica Andrea Peçanha, coordenadora da Unidade de Negócios do IPÊ. “Por meio da compra, o consumidor automaticamente contribui com uma causa socioambiental, sem pagar a mais pelo produto, e ainda leva com ele uma mensagem relevante. As sandálias são veículos de comunicação também, pois levam informações sobre as espécies, por exemplo, o nome científico delas. É a união perfeita”. 

Além do lançamento da edição especial, Arlin Graff pintará um mural de 150m² em Lisboa (Portugal) durante uma semana. Todo processo será gravado e posteriormente divulgado, como parte das ações que estão sendo feitas para reforçar a parceria.

Fotos: divulgação Havaianas

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta