Governo Trump volta a autorizar uso de bombas de cianureto para matar animais silvestres

Governo Trump volta a autorizar uso de bombas de cianureto para matar animais silvestres

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) anunciou nos últimos dias que irá liberar novamente o uso de bombas de cianureto de sódio para matar animais selvagens.

Os dispositivos químicos, conhecidos como M-44, são colocados no solo, como bombas terrestres. Quando o animal é atraído por eles por uma isca, um ejetor de molas libera o gás tóxico e letal.  

As bombas são utilizadas por fazendeiros e pecuaristas para proteger seus animais do ataque de lobos, coyotes, raposas e outras espécies predadoras.

Todavia, em 2017, uma dessas armadilhas matou um cachorro doméstico e feriu seu dono, um garoto, no estado de Idaho. A família processou o governo.

Em outro caso, a bomba química matou um lobo no Oregon. O animal fazia parte de uma espécie ameaçada em extinção.   

No final do ano passado, a EPA suspendeu a venda das bombas de cianureto de sódio e abriu uma consulta pública sobre o problema. Apesar de ter recebido mais de 20 mil cartas – a maioria delas pedindo que o produto fosse banido de vez -, a agência decidiu liberar novamente o dispositivo, mas com algumas novas restrições e modificações no rótulo.

“As bombas são perigosíssimas para as pessoas, seus bichos de estimação e animais selvagens ameaçados”, alertou Collette Adkins, diretora de Conservação de Carnívoros do Centro para a Diversidade Biológica dos Estados Unidos, em entrevista à AFP.

De acordo com dados do governo americano, em 2018, 6.579 animais morreram por causa da armadilha, incluindo 200 que não eram tidos como alvo, entre eles guaxinins, gambás e um urso.

Em 2018, o governo do presidente Donald Trump também anunciou sua intenção de “flexibilizar” uma lei de 100 anos de proteção a aves migratórias e alguns meses antes, já tinham sido feitas mudanças nas regras para a caça, com a volta de métodos cruéis contra ursos e lobos.

Ou seja, sob a administração Trump, cada vez mais os animais nos Estados Unidos deixam de ser protegidos e se tornam alvo fácil para caçadores. Triste, muito triste.

*Com informações da CNN

Leia também:
Campanha para reeleição de Trump vende canudos plásticos para arrecadar dinheiro
Jovem faz protesto gigante contra mudanças climáticas perto do aeroporto em que Trump chegou ao Reino Unido
Trump afirma que “barulho das turbinas eólicas provoca câncer”
Trump volta a debochar do aquecimento global diante de onda de frio polar que castiga os Estados Unidos
Trump libera uso de agrotóxicos proibidos nos Estados Unidos pelo governo Obama

Foto: domínio público/pixabay

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta