Fotógrafo brasileiro está entre ganhadores do Wildlife Photographer of the Year 2017

Wildlife Photographer of the Year

*Marcio Cabral foi acusado de fraude e perdeu o prêmio em abril de 2018. Leia a matéria completa aqui.

____________________________________________________________________________________________________________________________________

Considerado um “Oscar” da fotografia de natureza, todos os anos a premiação Wildlife Photographer of the Year reúne algumas das imagens mais impactantes da vida selvagem no planeta. São milhares de concorrentes, entre eles, muitos dos melhores profissionais da área.

E este ano, um brasileiro está entre os quinze grande vencedores. O fotógrafo Marcio Cabral ganhou na categoria “Animais em seu habitat”, com a belíssima imagem de larvas de cupim iluminadas sendo devoradas por um tamanduá-bandeira, no Parque Nacional das Emas, em Goiás.

O título da fotografia é “O caçador da noite”. Marcio visitou o parque durante três anos para finalmente conseguir fazer o flagrante. Depois de dias de chuva e frustração, um enorme tamanduá-bandeira apareceu no escuro e o fotógrafo registrou a cena.

O fenômeno da bioluminiscência, como é chamado, neste caso é provocado por ovos de vaga-lumes depositados na superfície dos cupinzeiros, que ao se transformarem em larvas, emitem luz para atrair outros insetos.

Desde 1996 Marcio Cabral é fotógrafo de natureza, especializado em paisagens. Geógrafo de formação, já ganhou diversos prêmios internacionais e tem suas imagens publicadas nas principais revistas de fotografia e meio ambiente.

Marcio Cabral fotografando flores do Cerrado

Promovido pelo Museu de História Natural do Reino Unido há mais de 50 anos, o Wildlife Photographer of the Year 2017 recebeu cerca de 50 mil fotografias, vindas de 92 países.

As imagens do 100 finalistas e dos principais vencedores, como o brasileiro Marcio Cabral, estão agora em exposição no museu, em Londres. Além de promover o trabalho destes profissionais, o objetivo da instituição é levar estes registros até milhões de pessoas e assim, conscientizá-las sobre a importância da preservação e conservação da fauna do planeta.

Outros fotógrafos brasileiros já ficaram entre os finalistas e foram premiados na competição, entre eles, nossos colaboradores no blog Por Trás das Câmeras, Zig Koch, João Marcos Rosa, Marcos Amend e Adriano Gambarini.

Foto: divulgação Wildlife Photographer of the Year

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Deixe uma resposta