Férias com a natureza

trilha1

O final do ano se aproxima e começa a contagem regressiva para as férias! E muitas famílias perguntam: Para onde viajar com as crianças?

Mas a grande questão é que a maioria dos pais acredita que lugar bom para criança tem que ter muitos brinquedos, recreação, muitas cores vibrantes e uma programação repleta de atividades. Mas, será mesmo necessário?

Quando viajo com a mochila nas costas, é muito comum encontrar europeus pelo caminho junto com sua prole. Hospedam-se em hostels, brincam com as crianças nas praças das cidades, fazem passeios para observar a natureza e fazem caminhadas.

Por aí se vê que escolher destinos e passeios nos quais a natureza seja protagonista é possível com crianças, sim! E, durante os preparativos, o mais legal é conversar sobre os destinos, mostrar imagens, contar histórias e aguçar a curiosidade dos pequenos. Contextualizar as crianças faz toda a diferença na viagem.

Nunca vou esquecer de uma garotinha brasileira que encontrei na Patagônia. Sua mãe queria que ela entrasse no barco por um instante para se agasalhar, enquanto ela ansiosa dizia: “Mas mãe, e se o iceberg aparecer? Eu não vou ver!” Com certeza, antes de chegar ali, a menina participou de muitas etapas do planejamento da viagem porque estava bem informada sobre o que poderia acontecer no local.

Entre todas as atividades que citei acima, fazer caminhadas em trilhas talvez seja o maior desafio. E, para isso, tenho algumas dicas:

  • Comece com trilhas pequenas;
  • Faça pequenas paradas para observar o ambiente com todos os sentidos aguçados;
  • A criança cansou? Pare um pouquinho e recupere o fôlego
  • O caminho deve ser tão encantador quanto o destino.

Para ilustrar tudo que disse aqui, quero contar as histórias de duas famílias que, recentemente, tiveram destaque no noticiário mundial por levarem suas crianças para percorrer trilhas. Durante o percurso as crianças não apenas caminharam, como acamparam, fizeram trekking, escalada, rapel. E muito antes de ter sua idade completando os dedos de uma mão, as crianças já tem muita experiência. 

Na Califórnia, antes de completar 2 anos, o garoto Bodhi Bennett já havia percorrido mais de 483 km de trilhas com seus pais. E, durante este longo percurso, foi muito além da caminhada. Desde os cinco dias de vida, Bodhi participa de acampamentos, escaladas, montanhismo, rapel, trekking.  Shannon, sua mãe, já contou em entrevistas que o que mais escutou das pessoas foi que, após ter filhos, ela não poderia mais fazer as coisas que fazia antes. Mas aconteceu exatamente o contrário. Ela diz que Bodhi adora participar destas aventuras junto com ela, o marido e… o irmão. Sim, o casal teve mais um bebê, que também os acompanha em suas expedições pela Califórnia. Vale “viajar” com eles no perfil de Shannon no Instagram, de onde tirei a foto abaixo.  

Outra história de aventuras na natureza, em família: a pequena Hadlie, de apenas 2 anos, acompanha sua mãe, Morgan (a foto abaixo é de seu perfil no Instagram), e seu pai, em caminhadas e escaladas desde seus primeiros meses de vida. Eles começaram fazendo trilhas curtas, pequenas escaladas pela região onde moravam, em Phoenix, no Arizona, antes de partir para desafios maiores. A menina já se aventurou por muitos parques nacionais americanos, e escalou montanhas no México e no Hawaii.  Tenho certeza de que experiências como estas são para a vida toda. Por isso, desejo que essas famílias – e este blog – inspirem a todos em suas próximas viagens com os pequenos!

Foto (abertura): Ana Carol Thomé

Ana Carol Thomé

É pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica. Participa de diversas formações sobre primeira infância, brincar e arte para crianças e coordena o programa Ser Criança é Natural (que dá nome a este blog), do Instituto Romã, que incentiva o contato das crianças com a natureza. Organiza a ação Doe Sentimentos e acredita no poder da infância e que o mundo pode ser melhor.

3 comentários em “Férias com a natureza

  • 23 de outubro de 2015 em 7:27 AM
    Permalink

    Amei Ana Carol, a natureza é um parque de diversões… viva a natureza sempre!! eu e minhas duas filhas já estamos iniciando, perto de casa tem um parque com uma pequena trilha que agente já desbravou… agora estou querendo levá-las ao Petar ( caverna do Diabo)
    Parabéns pela linda matéria.

    Um abraço!

    Resposta
    • 9 de dezembro de 2015 em 6:24 PM
      Permalink

      Oi Eliete!
      É assim que começamos, com pequenas trilhas próximas. Aos poucos vamos aumentando! Quando forem ao Petar nos escreva para contar como foi!
      Abraços!

      Resposta

Deixe uma resposta