Famoso restaurante peruano serve ceviche de plástico aos clientes em campanha contra poluição dos oceanos

Aqui, pelo Brasil, já tivemos uma febre do ceviche, a famosa iguaria peruana, feita de peixe branco, que se tornou Patrimônio Cultural do Peru em 2004. Abria uma cevicheria em cada esquina, praticamente. A onda passou – dando lugar a outras -, mas, no Peru, a paixão pelo ceviche é incomparável. E há restaurantes famosos por seu talento especial para criar esse prato, como o Cala, em Lima. Foi com ele que a cerveja mexicana Corona, reconhecida no mundo, realizou uma iniciativa ousada de apoio à campanha de conscientização contra a poluição dos oceanos por plásticos. 

Quando recebiam seus pratos de ceviche, os clientes ficavam surpresos com o conteúdo: ceviches de plástico. De longe, até passavam por ceviches de verdade de tão bem montados que eram os pratos.

Muito criativos, os “chefs” e assistentes dessa campanha recriaram a iguaria, substituindo seus ingredientes principal por outros cada vez mais presentes na costa peruana. Para tanto, cortaram minuciosamente pedaços de plásticos coloridos e os montaram, imitando muito bem a beleza de um ceviche.

Indignados com o que lhes havia sido oferecido, questionavam o garçom que se mostrava surpreso também para, em seguida, explicar sobre a gravidade da poluição dos mares e dizer que todos os plásticos descartados demoram muito tempo para se decompor e que, se seguirmos a tendência atual, em 2050, certamente haverá mais plásticos do que peixes nos oceanos.

Muito boa a campanha! Ainda em que não apareceu nenhum cliente muito destemperado e todos compreenderam a mensagem. Esta me fez lembrar de outra campanha bacana, também envolvendo um restaurante, realizada em Sao Paulo, contra a discriminação salarial. Clientes ficavam surpresos ou indignados ao descobrir que, ali, os homens deveriam pagar 30% mais caro por qualquer serviço. Ao receber, como resposta, um papel que dizia: “Mulheres recebem 30% menos que os homens. Isso, sim, é injustiça!”, todos tinham reações muito positivas.

No Cala isso também aconteceu. ao ouvir as explicações do garçom, todos compreendiam a mensagem e apoiavam a campanha. Depois, cada cliente recebeu o prato escolhido com ingredientes de verdade e o ceviche.

Campanhas como esta são sementes que se plantam, mas têm que ter continuidade. A Corona e o Cala se uniram para ajudar a esclarecer os peruanos sobre a importância de não descartar plásticos nos mares para combater a poluição por plásticos em águas marinhas, mas também reduzir seu consumo.

Em todas as publicações que fizeram nas redes sociais, usaram a hashtag #PlasticFree e divulgaram o video produzido com cenas da montagem dos pratos, com plásticos – hilário e muito criativo – e das reações dos clientes. Assista abaixo.

Leia também:
Os peixes da floresta e uma receita de ceviche
Quer impressionar? Vá de ceviche!

Fotos: Reprodução

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta