Expedição fotográfica à Reserva de Mamirauá, na Amazônia, apoia projeto de conservação. Vamos?

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend
Muito pouca gente sabe, mas a Reserva de Mamirauá é a primeira Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do mundo. Foi pioneira ao envolver as populações ribeirinhas nos processos de conservação da natureza, o que transformou a realidade das comunidades no entorno. Hoje, é um dos melhores destinos turísticos da Amazônia e referência mundial em ecoturismo de base comunitária e está entre os lugares mais desejados por viajantes que buscam novas experiências e propósito, ambientalistas, jornalistas especializados, observadores de aves e outros amantes da natureza.

marcos-amend-200x250-2O fotógrafo Marcos Amend (um dos autores do blog Por Trás das Câmeras) trabalhou lá por quase dois anos – como gerente da Pousada Flutuante Uacari , onde deixou parte de seu coração e para onde sempre volta. Agora, por conta da ameaça à continuidade de um dos projetos de conservação realizados na reserva, mais especificamente pela comunidade ribeirinha do Tapiira, ele criou um projeto de apoio que contempla várias ações, entre elas uma incrível expedição fotográfica, de 30 de setembro a 6 de outubro. Mas antes de falar dela, vamos saber um pouco mais sobre a comunidade e o projeto ameaçado.

Ninho de tartarugas e aves

A comunidade do Tapiira fica em uma das margens do Rio Japurá e é uma das usuárias da RDS Mamirauá. Há pelo menos sete anos, realiza uma belíssima ação de proteção de espécies e quelônios e de aves que aproveitam a época da seca – de agosto a janeiro, quando a água baixa cerca de 12 metros e revela uma linda praia – para desovar (é o caso das tartarugas-da-amazônia, tracajás e iaçás) ou transformar o local em ninhal para reprodução de trinta-réis-grande e talha-mar. Essa ação é imprescindível para evitar que os ovos sejam roubados por moradores da região. O resultado é impressionante: “É visível o crescimento das populações da bicharada que ocupa a praia”, destaca Amend.

Tudo muito lindo e sempre realizado com incentivos e recursos provenientes do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM), que tem como maior fonte o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações. Mas, desde 2014, esse suporte financeiro vem sofrendo reduções, o que impactou alguns projetos como este, do Tapiira. Além disso, o apoio da prefeitura de Alvarães agora está limitado à doação de 200 litros de gasolina, durante os meses de fiscalização voluntária da praia.

“Era de se esperar que uma comunidade ribeirinha nessa situação – são 13 famílias; 53 pessoas, entre crianças, jovens e adultos -, parasse de fazer esse trabalho de proteção, que consome grande parte dos seus limitados recursos e do seu tempo: dura quatro meses e exige a atenção de seis famílias por dia! Mas, não: eles decidiram continuar!”, conta Amend, animado. “No ano passado, visitei a comunidade e conversei com algumas lideranças as dificuldades que enfrentam. Em momento algum, eles mencionaram a ideia de parar com o trabalho, simplesmente porque incorporaram o conceito de conservação e uso sustentável dos recursos naturais em suas vidas. Mas precisam de ajuda!”.

A expedição fotográfica

Foi assim que ele idealizou a expedição para a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, que acontecerá de 30/9 a 6/10 e faz parte de um projeto maior de apoio à comunidade do Tapiira e à ação de conservação da praia.

pousada-uacari-eduardo-coelho-Todo o lucro líquido obtido com ela será repassado para essa ação. Serão sete dias e seis noites na Pousada Uacari (foto ao lado, de Eduardo Coelho), que é administrada pelos ribeirinhos no coração da reserva e no pico da estação seca, com atividades relacionadas a fotografia de paisagem, cultura e biodiversidade.

Durante três dias, os horários serão flexíveis, com atividades noturnas ou na madrugada como “ver o nascer do sol em lugares inusitados, sair em horários alternativos para observar as aves e a fauna local, entre outras”, conta Amend. Importante ressaltar que este é o período de maior concentração de jacarés-açu da Amazônia, pirarucus, aves aquáticas e do macaco uacari branco! Também fazem parte da paisagem: a iguana, o gavião azul, o frango d’água, entre outros bichos.

Obviamente, o passeio inclui visita à Praia do Tapiira – que já faz parte da programação da pousada – para que os participantes conheçam e possam registrar a iniciativa de conservação das tartarugas e aves.  Também serão realizadas visitas à comunidade, aos lagos e trilhas na reserva. “Tudo na companhia de guias experientes”, finaliza Amend, que promete “muita prosa sobre a conservação da Amazônia no delicioso deck da pousada” e tocar violão “se alguém arrumar um”.

Informações, inscrições e reservas pelo e-mail ecoturismo@mamiraua.org.br

Muito além da expedição

O projeto de Marcos Amend para apoiar a comunidade do Tapiira ainda envolve campanha de crowdfunding que será lançada em breve (vamos noticiar, aqui, no Conexão), parceria com a agência Pulsar Imagenscom a qual o fotógrafo colabora – que repassará porcentagem do valor líquido arrecadado com a comercialização do acervo de fotografias e vídeos produzidos no Tapiira para a Associação de Moradores; e atividades de visitação realizadas pela Pousada Uacari (ligada ao Programa de Turismo de Base Comunitária da região e que apoia o Tapiira) que também repassará porcentagem para a comunidade. Vamos acompanhar!

Agora, pra dar vontade de ir logo para Mamirauá, algumas imagens inspiradoras feitas por Amend na praia onde é realizada a ação de proteção de tartarugas e aves.

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-1

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-10

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-12

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-3

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-2

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-4

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-5

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-6

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-13

expedicao-fotografica-mamiraua-ciganas-marcos-amend-14-

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-7

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-8

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-9

expedicao-fotografica-mamiraua-marcos-amend-11

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

2 comentários em “Expedição fotográfica à Reserva de Mamirauá, na Amazônia, apoia projeto de conservação. Vamos?

  • 25 de julho de 2016 em 2:30 PM
    Permalink

    Seu trabalho em prol dos ribeirinhos é realmente fantástico e todos merecem muita atenção e carinho, querido amigo Amend! Vamos aguardar o financiamento coletivo e dar a maior força, com certeza! Abração!

    Resposta
  • 18 de agosto de 2017 em 8:35 AM
    Permalink

    adoro natureza ,lugar lindo ,preservacao gostaria de conhecer,de mochila,sera que da???alguem sabe preco de alguma casa pousada//

    Resposta

Deixe uma resposta