Expedição aos fiordes e glaciares da Patagônia com dois experts em fotografia, que tal?

expedicao-fotografica-fiordes-da-patagonia-antonio-jimenez-1-800
Imagine sete dias de navegação pelas regiões remotas e virgens da Patagônia chilena, em um navio exclusivo, partindo de Punta Arenas, com direito a passeios pelo Parque Marinho Francisco Coloane, no Estreito de Magalhães, pela impressionante Cordilheira Darwin com seus fiordes e glaciares (geleiras) ou pelas magníficas enseadas Otway, Ballena, De Agostini e Almirantazgo, só para citar alguns pontos.

No roteiro, além de paisagens espetaculares e as florestas mais austrais do planeta e sua rica biodiversidade, o encontro inevitável com baleias jubartes, golfinhos, focas-leopardo, elefantes marinhos, entre outras espécies, e uma infinidade de aves como pinguins, albatrozes, petréis, gaivotas, cormorões e skúas.

expedicao-patagonia-marcos-amendexpedicao-patagonia-andre-dibTudo isso na companhia de dois super fotógrafos de natureza (Marcos Amend, um dos autores do blog Por Trás das Câmeras, e André Dib, que darão workshop e assistência fotográfica personalizada), da tripulação do navio (que realizará palestras e prosas sobre glaciologia, fauna e história regional) e do expert Antonio Jímenez, da Slow Travelers, que conhece a região como ninguém e é responsável pela organização minuciosa e o roteiro desta viagem fantástica.

Jímenez volta pra lá todo ano, desde 2006, “mas não só neste navio”, destaca. “Também tive experiências com as Marinhas argentina e chilena, além de duas expedições à Antártida. E posso garantir que cada vez que volto à Patagônia, a expedição é diferente porque o clima, a fauna, as baleias, os glaciais mudam e tudo parece novo”.  E acrescenta: “Meu maior sentimento quando volto é a sensação de isolamento, de me sentir no fim da terra. E há determinados pontos do roteiro que apenas 50 pessoas visitam por ano! Além disso, essa sensação, que envolve todos os expedicionários (a capacidade do navio é de 20 pessoas) gera uma grande camaradagem entre eles, que vai muito além da viagem”.

Vale ressaltar que esta não é uma expedição apenas para fotógrafos, mas para quem ama fotografia, natureza salvagem, navegar e quer conhecer estes confins da Terra. E mais: a Slow Travelers, agência do Antonio que conduzirá a 4a. Expedição Fotográfica aos Confins da Terrade 25 de fevereiro a 4 de março de 2017 –, não tem este nome por acaso. Ela está integrada com os conceitos de slowfood e slowfashion e promove o consumo sustentável. Isso significa que a sustentabilidade está em todos os seus processos e nas experiências oferecidas. “Nossa missão é criar experiências integrativas a partir de viagens com poucos participantes e organizadas nos mínimos detalhes para atender as necessidades do grupo. Trata-se, na verdade, de um atelier de viagens”, explica Jímenez. “Prezamos o espírito de aventura e a imersão cultural que possibilita a abertura de novos horizontes e o sentimento de pertencimento no mundo”.

Se interessou? Para obter mais informações, consulte o site da agência ou contate-a pelo número (55 41) 9887-4403 (via Whatsapp) ou ainda escreva para [email protected] . As inscrições vão até 20 de outubro!

Agora, fique com o vídeo  da expedição. Impossível não se apaixonar! Em seguida, mais algumas imagens de expedições anteriores, feitas por Antonio Jímenez. A foto (self) do destaque deste post é do fotógrafo de aventuras Márcio Bortolusso.

expedicao-fotografica-fiordes-da-patagonia-antonio-jimenez-2-800

expedicao-fotografica-fiordes-da-patagonia-antonio-jimenez-4-800

expedicao-fotografica-fiordes-da-patagonia-antonio-jimenez-3-800-X

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta