Etiópia planta mais de 350 milhões de árvores em apenas um dia

Etiópia planta mais de 350 milhões de árvores em apenas um dia

Que desafio mais lindo! Convocada pelo primeiro-ministro Abiy Ahmed, a população da Etiópia atendeu o chamado e ontem (29/07) arregaçou as mangas para quebrar um recorde mundial: o plantio de árvores. Mais exatamente, 353 milhões e 633 mil mudas!

Este foi o número divulgado pelos organizadores da campanha Green Legacy (Legado Verde, na tradução para o português).

O objetivo da iniciativa é conscientizar a sociedade sobre a assustadora degradação ambiental do país e a importância de preservar e restaurar sua vegetação. Atualmente somente 4% da terra na Etiópia possui florestas. No final do século 19, esta porcentagem era de 30%.

A campanha ressalta ainda que o plantio de árvores traz outros inúmeros benefícios, como a melhoria da saúde das pessoas, o desenvolvimento econômico, a melhora da qualidade da água, a conservação da biodiversidade e da vida selvagem, além da mitigação dos efeitos das mudanças climáticas e a redução dos gases de efeito estufa, já que árvores tiram da atmosfera o dióxido de carbono (CO2), gás apontado como sendo o principal responsável pelo aquecimento global.

A metal inicial do plantio para a última segunda-feira era de 200 milhões de árvores. Mas o número foi superado. E muito. O mais incrível é as mudas foram plantas em apenas 12 horas.

Mapa com o número de mudas plantada em cada região da Etiópia

Em 2017, os indianos aceitaram um desafio semelhante. E conseguiram atingir a marca de 66 bilhões de árvores no mesmo tempo – 12 horas -, com a ajuda de 1,5 milhão de voluntários.

Mas o governo da Etiópia tem um plano ainda mais ambicioso. Sonha com o plantio de 4 bilhões de árvores durante a estação de chuvas do país, que começou em maio e vai até outubro.

Árvores para salvar o planeta

Recentemente, em carta pública a líderes mundiais, ativistas, cientistas e celebridades defenderam que restaurar florestas e ecossistemas pode ser a solução natural para combater as mudanças climáticas.

Especialistas alegam que ao “recupear e restabelecer florestas, mangues, restingas e outros ecossistemas essenciais, grandes quantidades de carbono podem ser removidas do ar e armazenadas. Ao mesmo tempo, a proteção e a restauração desses ecossistemas podem ajudar a minimizar a sexta grande extinção e aumentar a resiliência das populações locais contra o desastre climático. Defender o mundo vivo e defender o clima são, em muitos casos, o mesmo. Este potencial até agora tem sido largamente negligenciado”.

Muitos países, assim como a Etiópia, têm promovido mutirões de plantio de árvores. Confira abaixo, algumas dessas iniciativas, que devem servir de exemplo para outras nações, inclusive, o Brasil, onde a maioria de nossas cidades foi transformada em “selvas de concreto”.

Leia também:
Um milhão de árvores: presente ao planeta dos seguidores da religião indiana Sikh
Moradores de Londres vão plantar 80 mil árvores em apenas dois dias
Nova lei obriga estudantes das Filipinas a plantarem ao menos dez árvores para poderem se formar
Paquistão planta 1 billhão de árvores para combater mudanças climáticas
China usa 60 mil soldados para fazer plantio de árvores
O planeta está mais verde graças à Índia e à China
Plantar árvores salva milhões de vidas nas grandes cidades
México planta 18 milhões de árvores para combater a poluição
Projeto Pomar Urbano plantará 30 mil mudas de árvores nas margens do Rio Pinheiros, em São Paulo

*Com informações da CNN

Imagens: divulgação governo da Etiópia/Green Legacy

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta