Este tênis é feito de 17 garrafas plásticas recicladas

Este sapato é feito de 17 garrafas plásticas recicladas

O plástico é um material fantástico. Maleável, resistente e barato. Ele se tornou um símbolo da praticidade e conveniência da vida moderna. Mas foram necessárias algumas décadas para que o ser humano se desse conta de que o volume de plástico sendo produzido no planeta é simplesmente insustentável. Não há como reciclar tanta quantidade!

Atualmente uma quantidade absurda desse resíduo (lixo) é jogada no mar. Com isso, as correntes oceânicas acabaram formando cinco ilhas gigantes com esses dejetos plásticos, chamadas de Vortex, que se movem lentamente, em redemoinhos.

Estudo recentes revelam que cerca de 5 trilhões de resíduos plásticos, pesando mais de 250 mil toneladas, boiam pelos oceanos. Apesar de grande parte estar nos Vortexes, uma parcela significativa deste lixo é levada para a costa ou digerida por animais marinhos, que acabam morrendo sufocados por esses dejetos.

Ou seja, é hora de agir!

Pensando assim, a fabricante de calçados americana Vivobarefoot decidiu a fazer a sua parte. Desenvolveu tênis e sapatos produzidos com plástico reciclado, mais exatamente, cerca de 17 garrafas PET.

Desde 2015 a empresa já trabalha com material reciclado. Em algumas coleções, 50% da matéria-prima era PET reutilizado. Tem, inclusive, sapatos veganos, confeccionados a partir de biopolímeros .

“Acreditamos que o sapato perfeito deve ter interferência mínima com movimentos naturais e impacto mínimo no meio ambiente”, diz Asher Clark, diretor criativo da marca. “Fabricamos sapatos sustentáveis que sejam saudáveis para nossos consumidores e o planeta. Os materiais são apenas parte do desafio, mas tudo ajuda em nossa jornada para fazer menos…. sapatos!”.

Os novos tênis ecológicos da Vivobarefoot

Para produzir a nova linha recém-lançada, a Vivobarefoot compra as garrafas de centros de reciclagem. Depois de lavadas e rótulo retirados, elas são trituradas e transformadas em grânulos, que são derretidos, extrudados e esticados com rolos em longos fios de fibra.

Estas fibras se tornam a matéria-prima dos calçados. Maleáveis e duráveis, elas são tecidas.

17 garrafas plásticas = um sapato

Entre as metas estabelecidas pela Vivobarefoot para o futuro está, até 2020, usar 90% de matéria-prima sustentável em todos os seus produtos.

Em 2017, também noticiamos aqui no Conexão Planeta, a fabricação dos tênis Adidas feitos com resíduos plásticos retirados do mar. É um sinal de que a indústria está finalmente se mexendo e tomando uma atitude. Só falta, entretanto, que ela ganhe escala e tenha preços mais acessíveis.

Garrafas PET são feitas de um material chamado polietileno tereftalato, que assim como outros plásticos, demora cerca de 400 anos para se decompor na natureza, caso seja jogado em aterros sanitários ou nos oceanos.

Em 2016, um levantamento revelou que um milhão de garrafas plásticas eram vendidas por minuto no planeta – algo em torno de 20 mil compradas a cada segundo. E apenas 7% delas eram recicladas em nova garrafas. Ou seja, o problema é bem maior do imaginávamos.

Leia também:
Reebok lança tênis feito com algodão orgânico e milho
Bactéria que come plástico PET pode ser solução contra poluição? 
Transformar plástico em energia: solução para acabar com o lixo nos oceanos?
Vídeo da Nasa revela ilhas de lixo no planeta
Lixo plástico ameaça 99% das aves marinhas

Fotos: divulgação Vivobarefoot 

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Um comentário em “Este tênis é feito de 17 garrafas plásticas recicladas

Deixe uma resposta