Emojipedia pode ganhar representações de pessoas com deficiência em 2019


A Emojipediaenciclopédia online que reúne todos os emojis existentes – parece infinita tal a quantidade de opções. Mas ainda está longe de contemplar tudo que há de importante para se comunicar neste planeta. E claro que isso diz muito sobre os movimentos da nossa sociedade.

As pessoas com deficiência e seu universo, por exemplo, não estão representados lá, até agora. Mas isso pode acabar no próximo ano.

A Apple enviou sugestões de treze novos desenhos para a Unicode (corporação sem fins lucrativos dedicada ao desenvolvimento e gerenciamento de padrões e dados de internacionalização de software)com representações de acessibilidade, ou seja, propondo a inclusão de pessoas com deficiência, suas experiências e tudo que as cerca para uma boa comunicação online. Ah, com variações étnicas e de gênero, claro!

Entre as propostas estão pessoas em cadeiras de rodas (elétrica ou mecânica), usando bengala (cegos), cães-guia (com ou sem roupa), aparelho auditivo, próteses de braço e perna, entre outros.

Os emojis que abrem este post, por exemplo, indicam pessoas que têm dificuldade de audição, de acordo com a linguagem de sinais: o dedo indicador apontando para a bochecha representa o gesto de “sinal surdo”.

Agora, falta a Unicode aprovar. Mas, mesmo que isso aconteça – e a aprovação pode ser parcial -, os novos emojis só entrarão na lista oficial em 2019, já que a ldeste ano (com emojis 11.0) já está fechada.

Vamos torcer! Agora, veja abaixo alguns dos desenhos sugeridos pela Apple:

Imagens: Reprodução/Unicode

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta