Em livro infantil, Rita Lee conta a emocionante história da ursa Rowena

Em seu primeiro livro infantil, Rita Lee conta a emocionante história da ursa Rowena

Ela já foi chamada de “a ursa mais triste do mundo”. Em seus mais de 30 anos de vida, Rowena foi ‘jogada’ de lá pra cá, em lugares completamente inadequados para a sobrevivência de um urso pardo.

Vítima do tráfico de animais, o animal foi retirado da Sibéria e trazido ao Brasil. Durante 25 anos viveu em um circo, onde sofria maus-tratos constantes. Depois foi transferida para um zoológico em Teresina, no Piauí, mas era mantida em um espaço confinado e perecia com o calor do Nordeste.

Finalmente, em 2018, graças aos esforços de associações, ONGs pelos direitos dos animais e a ativista Luisa Mell, Rowena foi transportada para um santuário de animais no interior de São Paulo, em Joanópolis, o Rancho dos Gnomos.

A ursa chegou ali doente e com pouquíssimo peso, mas aos poucos, com muito cuidado e carinho, está se recuperando. Agora ela tem à sua disposição um espaço enorme, com piscina e muitos brinquedos. E comida adequada – no circo, ela era alimentada com ração animal.

Em seu primeiro livro infantil, Rita Lee conta a emocionante história da ursa Rowena

Rowena, em sua nova casa

As crianças podem mudar o planeta

A história triste, mas emocionante de Rowena, comoveu a cantora Rita Lee, que decidiu escrever um livro infantil: Amiga Ursa – Uma história triste, mas com final feliz (publicado pelo selo Globinho, da Editora Globo).

Com 46 páginas, a obra quer tocar os pequenos leitores. Rita acredita que as crianças podem mudar o mundo. De maneira leve e divertida, ela aborda temas como geografia, biologia, a importância da preservação do meio ambiente e, lógico, o respeito aos animais.

Com ilustrações de Guilherme Francini, o livro conta com espaços para os pequenos escreverem e desenharem, interagindo com a história. Rita é a vovó Ritinha, umas das personagens, grande protetora dos animais.

Em seu primeiro livro infantil, Rita Lee conta a emocionante história da ursa Rowena

Rita Lee dando suco para a ursa

A cantora (escritora) conheceu pessoalmente Rowena. Foi visitá-la no Rancho dos Gnomos. “Eu entrei no espaço dela e fiquei com vontade de beijá-la, abraçá-la”, contou. Apesar de ter medo dos seres humanos por ter sido agredida a vida toda, a ursa não se incomodou com a presença da cantora, que a alimentou (confira o vídeo mais abaixo).

“Foi um dos dias mais especiais da minha vida, ter encontrado a Rowena”, diz Rita.

Leia também:
Depois de dez anos em aquário na China, baleias belugas são levadas para santuário na Islândia
Rana: a nova moradora do Santuário dos Elefantes, na Chapada dos Guimarães
Depois de 19 anos enclausurada, chimpanzé argentina ganha novo lar em santuário de primatas no Brasil
Maia e Guida chegam ao Santuário de Elefantes na Chapada dos Guimarães

Fotos: Guilherme Samora/ Globo Livros (Rita Lee com Rowena) e Biga Pessoa/Rancho dos Gnomos (Rowena)

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta