Divulgadas imagens finalistas do concurso Wildlife Photographer of the Year 2016

wildlife photographer of the year

Promovida pelo Museu de História Natural do Reino Unido há mais de 50 anos, a competição internacional Wildlife Photographer of the Year premia anualmente as melhores imagens de vida selvagem registradas por fotógrafos de natureza. Além de promover o trabalho destes profissionais, o objetivo da entidade é levar estes registros até milhões de pessoas e assim, conscientizá-las sobre a importância da preservação e conservação da fauna do planeta.

Todos os anos o Wildlife Photographer of the Year recebe milhares de inscrições, vindas dos mais distantes países. Alguns fotógrafos brasileiros já ficaram entre os finalistas e foram premiados na competição, entre eles, nossos colaboradores no blog Por Trás das Câmeras, Zig Koch, João Marcos Rosa, Marcos Amend e Adriano Gambarini.

A partir de 21 de outubro, o Museu de História Natural de Londres abrirá a mostra com os finalistas do Wildlife Photographer of the Year 2016, que você já confere ao final deste post em primeira mão. Os visitantes poderão ver de perto as imagens – e as histórias de como foram conseguidas. A exposição é uma das mais concorridas do museu e só no ano passado, atraiu mais de 150 mil espectadores.

São pessoas apaixondas por fotografia, animais e relatos como a do fotógrafo Sam Hobson, que sabia exatamente quem iria fotografar ao posicionar sua câmera no muro da cidade de Bristol, na Inglaterra. Ele queria fazer o flagrante da raposa vermelha e registrar o olhar curioso do animal em meio à vida urbana. Há ainda a incrível imagem, que abre este post, de uma baleia orca seguindo um navio pesqueiro porque sabia que ali era encontraria alimento de sobra. O registro é do fotógrafo Audun Rickardsen, na Noruega.

Para os interessados em participar, as inscrições para o próximo concurso estarão abertas a partir de 24/10 e vão até 15/12.

Confira abaixo alguns dos finalistas do Wildlife Photographer of the Year 2016:

wildlife-photographer-800

“Nosy neighbour”, Sam Hobson (Reino Unido)

finalistas do wildlife photographer of the year 2016

“Collective courtship”, Scott Portelli (Austrália)

wildlife-photographer-3-800

“Playing pangolin” – Lance van de Vyver (Nova Zelânida/África do Sul)

wildlife-photographer-4-800

“The disappearing fish” – Iago Leonardo (Espanha)

wildlife-photographer-6-800

“Termite tossing”- Willem Kruger (África do Sul)

wildlife-photographer-7-800

“Golden relic” – Dhyey Shah (Índia)

Fotos: divulgação Wildlife Photographer of the Year 2016

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta