Dia Mundial da Limpeza: movimento reúne 150 países num super mutirão, em 15/9

Tá chegando a hora!!! No dia 15 de setembro, próximo sábado, cerca de 14,5 milhões de pessoas de 150 países – Brasil, incluído – vão se reunir para participar de mutirões de limpeza nas grandes e pequenas cidades, nas praias, nos parques, em aldeias rurais, em qualquer lugar, com o objetivo de limpar e também de chamar a atenção para o descarte irregular do lixo. É o Dia Mundial da Limpeza ou World Cleanup Day (WCD), uma maratona mundial de limpeza de 30 horas!

Ela terá início em Fiji, no sul do Pacífico, onde esse dia nascerá primeiro, e terminará quando chegar ao Havaí, nos Estados Unidos. Segundo a organização, em alguns países a participação será de até 5% da população. Vai ser uma festa engajada!!

O objetivo é unir e conscientizar as pessoas para enfrentar os desafios dos resíduos mal geridos e descartados de qualquer forma, inclusive em lixões ilegais, já que a maioria vai parar nas ruas, nos rios, nas praias, nas florestas deteriorando o meio ambiente e colocando a vida da fauna em risco.

Descentralizado, o movimento começou na Estônia, pequeno país ao norte da Europa, em 2008, com um dos maiores organizadores de mutirões de limpeza pelo mundo, a Let’s Do It!: em apenas cinco horas, a organização mobilizou cerca de 50 mil pessoas que eliminaram cerca de 10 mil toneladas de lixo ilegal por todo o país. Essa ação ganhou o nome de Let’s Do It 2008, e surgiu como um modelo global, espalhando-se.

A sede do Dia Mundial da Limpeza é em Tallinn, capital da Estônia. Lá será feita a divulgação das ações no mundo todo: estatísticas, notícias, feeds de mídia social. Também será realizado um programa de TV online ao vivo – por meio do YouTube, Facebook e do site World Cleanup Day, que também transmitirá videos das ações locais e entrevistas com os organizadores.

No Brasil, a Let’s Do It se uniu ao Instituto Limpa Brasil para disseminar este dia, mas também para realizar ações que propiciem a implantação de uma nova cultura para o descarte correto do lixo, além de incentivar a sociedade a limpar e manter as cidades limpas.

Até agora, as cidades de Salvador, Recife, São Paulo, Fortaleza, Maceió e Belo Horizonte confirmaram sua participação nesta grande ação de cidadania global. Todas estão listadas no site do instituto, então, é só consultar o link para saber onde serão realizadas as ações.

Pelo aplicativo de mapeamento do lixo, do WCD, você pode registrar os locais onde há lixo ilegal e criar mutirões. Ele está disponível para os sistemas iOs e Android.

Para reunir dúvidas e discutir abertamente a realização deste evento, a Let’s Do It criou uma sessão de perguntas e respostas – Frequently Asked Questions About World Cleanup Day (Perguntas Frequentes sobre o Dia Mundial da Limpeza) – que está sendo divulgada em seu Twitter (@letsdoitworld). E ainda serão reunidas questões-chave levantadas ou identificadas pelos organizadores locais de limpeza, em todo o mundo, durante o evento.

Para participar, é só usar a hashtag #FAQ_WCD, seja para acompanhar as conversas ou apresentar perguntas na rede social.

E, para acompanhar os últimos preparativos e também as ações durante o dia 15 de setembro, acompanhe as páginas do Dia Mundial da Limpeza 2018 nas redes sociais:
Facebook;
Twitter;
Instagram
YouTube.

Na foto abaixo, iniciativa da cidade paulista de Campinas, em 2011.

Fotos: Divulgação/Dia Mundial da Limpeza

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta