Crowdfunding do Abraço Cultural: que tal abraçar esta causa bacana pelos refugiados?

abrace-o-abraco-cultural-crowdfunding-800
O Abraço Cultural surgiu há um ano para acolher refugiados e valorizar o expertise de cada um no mercado informal de trabalho, ajudando-os a enfrentar essa condição tão delicada. A ideia era tão boa que, em menos de um ano, já está na quinta edição de seus cursos, capacitou 40 professores, atendeu 400 alunos e engajou 70 voluntários.

E o mais bacana de tudo é que, além de ajudar quem precisa, trouxe oportunidade para quem queria estudar outros idiomas e não podia pagar cursos tradicionais. E mais: quem aderiu ao Abraço, adquiriu conhecimentos únicos sobre outras culturas. É um trabalho precioso em que todos saem ganhando.

Agora, o Abraço Cultural precisa de apoio financeiro para expandir suas atividades e poder atender novos refugiados. Por isso, recorreu ao financiamento coletivo com a campanha Abrace o Abraço. E veja só: entre as recompensas, há camisetas, canecas personalizadas, o quadro de Raheel Shahbaz, artista plástico paquistanês que também é professor no Abraço e uma bolsa integral para curso intensivo de férias em julho deste ano. Não é tentador?

O dinheiro será destinado para a compra de equipamentos – computadores, projetores, móveis e material para as aulas – e também para a reforma do prédio que ocupam, com o intuito de oferecer um ambiente mais confortável para todos. “Se alcançarmos nossos objetivos materiais, conseguiremos gerar recursos para receber mais refugiados e fazer com que mais pessoas vivenciem a cultura dos refugiados que estão chegando cada vez em maior número em São Paulo”, diz Carolina Teixeira, coordenadora geral.

Foto:  Ilana Goldsmid/Divulgação

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta