Em abril, Congresso GIFE debate investimento social privado para fortalecer o desenvolvimento sustentável

Investimento social privado. Está aqui um tema imprescindível na prática e nas reflexões da sociedade, principalmente para quem trabalha com o terceiro setor. Ou ainda para quem quer aprender a lidar com suas peculiaridades e ajudar a transformar o olhar e a criar uma nova visão para a cultura da doação.

A 10a. edição do Congresso GIFE, que será realizada na sede da Fecomércio, de 4 a 6 de abril, em São Paulo – com o tema Democracia e Desenvolvimento Sustentável -, é o lugar perfeito para isso: um importante espaço de aprendizado, diálogo e troca de saberes que reúne as principais lideranças do investimento social no Brasil, além de dirigentes de organizações da sociedade civil, acadêmicos, consultores e representantes de governos.

Nos últimos 20 anos, o congresso reuniu mais de 5 mil pessoas de todos os estados brasileiros e também de outros países. Este ano, a organização espera receber mais de mil participantes que debaterão, durante três dias, sobre a contribuição possível de todos os atores da sociedade para ajudar na construção de um novo cenário para o país. Como? Mesclando recursos e práticas de atuação, ajudando a fortalecer o tecido social e os canais de ação coletiva e também mobilizando energias e competências para a produção de novas soluções para as pautas social, política, econômica e ambiental.

Num momento político, social e econômico tão delicado como o que o país está passando, este encontro é muito bem vindo. Mais do que nunca, é necessário empreender e praticar ações em conjunto, almejar o bem comum, compartilhar, cooperar. Mas, para prosseguir e trilhar o caminho que pode nos levar ao tipo de desenvolvimento que deveria ser desejado por toda a sociedade – justo, democrático e sustentável – é preciso avaliar o que foi feito até agora, o que nos trouxe até aqui e, também, definir que tipo de contribuição cada um sozinho e todos juntos podem oferecer.

Que contribuição podemos dar para a construção de um novo cenário para o investimento social privado no país? E não só para o fortalecimento da cultura de doação, mas também para impulsionar o engajamento familiar e empresarial, a expansão de fundações e fundos independentes, a formação de um campo de negócios de impacto e de finanças sociais.

Também é preciso repensar e debater novas estratégias e parcerias para a criação e disseminação de soluções no âmbito da sociedade civil e na esfera pública.

#EsquentaCongressoGife

Para não deixar essas conversas apenas para abril, no Congresso, e já ir preparando terreno (e enriquecendo) para os debates a organização está realizando encontros online ou hangouts – chamados de #EsquentaCongressoGife – com profissionais especializados que trocam ideias sobre alguns dos principais temas da programação. Todos os vídeos estão disponíveis no site.
Até agora, foram debatidos os desafios de doar, as tendências para negócios de impacto, gênero e raça e, por último, mídia, fake news e os riscos à democracia. O próximo encontro será no dia 20/3 sobre Doações Filantrópicas: é preciso tributá-las?.

No final deste post, reproduzo o vídeo do último bate papo, sobre Fake News, e o primeiro, que explica o Congresso.

Mais consistência

Nas últimas três décadas, o investimento social privado se fortaleceu, ampliando o engajamento, mas ainda está muito aquém do necessário. Mas o cenário político, social e econômico atual pede mais consistência no alcance, na diversidade e na superação de desafios. É urgente ampliar o horizonte das contribuições, fortalecer a mobilização de recursos privados para fins públicos e renovar fronteiras para o investimento social ativo, efetivo e inovador.

Esse movimento, sem dúvida, resultará numa sociedade civil mais autônoma, diversa e fortalecida e também em ações coletivas para o aprimoramento da gestão e de políticas públicas em direção ao desenvolvimento que queremos.

Por tudo isso, o Congresso GIFE se configura no local ideal para reunir e somar ideias para a renovação de uma agenda comum nessa direção e na formação de novas convergências. Porque esta não é uma ação para fazer sozinho, mas junto, com toda a sociedade brasileira.

Agora, o último hangout do #EsquentaCongressoGifeMídia, fake news e os riscos à democracia:

SERVIÇO
10o. Congresso GIFE – Brasil, Democracia e Desenvolvimento Sustentável
Data: 4 a 6 de abril de 2018
Onde: Fecomércio – Rua. Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista, São Paulo/SP
Informações e inscrições: no site do GIFE

Leia também:
A história do investimento social no Brasil, em um emocionante documentário

Foto: Diego PH/Unsplash

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta