Competição internacional convida videomakers a falar sobre água, alimentação e energia

água

*Por Diogo Freire

Pesquisadores da University of Birmingham, do Reino Unido, e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) estão promovendo um concurso de vídeos para crianças e jovens de 10 a 25 anos de idade sobre o tema “Alimentação, água e energia na minha vida cotidiana”.

O Food-Water-Energy Challenge integra o projeto (Re)Connect the Nexus tem como objetivo investigar a compreensão dos jovens sobre as relações entre o consumo de alimentos, água e energia no Brasil e no mundo.

“O que pretendemos é avaliar como ocorre entre os jovens a percepção de que o consumo de alimentos tem impacto no uso da água e na produção de energia e vice-versa, numa cadeia interligada que precisa ser compreendida para que alcancemos o ideal do seu uso sustentável”, conta José Antônio Perrella Balestieri, da Faculdade de Engenharia da Unesp e coordenador do projeto junto com Peter Kraftl, da Universidade de Birmingham.

O concurso integra uma série de atividades realizadas pelos pesquisadores de Birmingham e de São Paulo com o envolvimento de jovens brasileiros – entre elas, um levantamento com mais de 5 mil alunos de escolas da região metropolitana do Vale do Paraíba e do litoral norte do estado sobre a capacidade de perceber e apreender determinados conceitos relacionados ao tema. A pesquisa também pretende analisar como os jovens relacionam essa percepção com diferentes elementos da sua realidade, como o local onde vivem (área urbana, suburbana ou rural), sua idade, sua identidade de gênero e suas origens étnicas.

Também será feito um levantamento com especialistas de setores afins sobre como quem conduz as informações para o público mais jovem compreende o nexo entre energia, água e alimentos, seguidos de novos concursos com a participação de outros países.

“Os jovens representam 42% da população brasileira e desempenham um papel crucial na garantia de alimentos, água e energia no país. Nós queremos conectar esses jovens brasileiros com o resto do mundo. Esperamos que a competição os inspire a produzir vídeos que irão despertar debates sobre a relação entre alimento, água e energia. Queremos ver crianças e jovens em todo o mundo juntos para resolver os problemas enfrentados pelo Brasil”, diz Peter Kraftl, diretor da School of Geography, Earth and Environmental Sciences da University of Birmingham.

As pesquisas de Birmingham com a Unesp contam ainda com a colaboração da University of Leicester e da University of Northampton, ambas da Inglaterra.

A competição

Podem participar da competição crianças e jovens de 10 a 25 anos de idade de qualquer escola, universidade ou organização de todo o planeta.

Os vídeos devem abordar o tema “Alimentação, água e energia na minha vida cotidiana” e não podem exceder três minutos de duração. Trilhas sonoras e imagens de terceiros precisam ter seu uso autorizado.

A produção pode ser individual ou em equipe de até quatro pessoas. Participantes com menos de 18 anos de idade devem ter sua produção inscrita por um representante da escola, universidade, faculdade ou organização à qual são ligados. A instituição também é responsável por obter a permissão do uso das imagens de todos os menores que aparecem nos vídeos.

A competição termina no dia 31 de dezembro de 2016 e a equipe de pesquisadores fará uma pré-seleção dos vídeos, que serão abertos para votação no YouTube a partir do dia 10 de janeiro de 2017. O campeão e o vice serão definidos de acordo com o maior número de “curtidas” e serão conhecidos em meados de março.

Os prêmios, entregues para os autores e suas instituições, serão vale-compras na loja virtual Amazon. O primeiro colocado receberá um voucher de £ 150, enquanto sua instituição ganhará um de £ 300; para o segundo colocado serão oferecidos vales de £ 100 (autor) e £ 150 (instituição).

*Texto publicado originalmente em 19/09/2017 no site da Agência Fapesp de Notícias


Foto: domínio público/pixabay

Deixe uma resposta