Como descobrir a natureza e o mundo em família


Família mochileira conhece o mundo com os filhos. Quantas manchetes como esta você já leu por aí? E é impossível não chamar nossa atenção e nos fazer sonhar com essa possibilidade também e fazer isso acontecer… Mas isso é possível? Ou melhor: o que nos falta para fazer isso acontecer?

Fabio Nitschke não pensou duas vezes. Ele e sua esposa, Melissa, desde que engravidaram – vieram dois meninos, gêmeos -, decidiram que seus filhos os acompanhariam em todas as aventuras pelo mundo. Assim, juntos, eles viajam, fazem caminhadas, trilhas e pedalam.

Amante de bike, ele tinha o sonho de fazer a travessia dos Alpes. São aproximadamente 500 km pedalando do Sul da Alemanha ao norte da Itália. Até, então, a ideia era ir sozinho, mas seus planos mudaram com a adesão da família.

Na verdade, desde quando os meninos têm um ano, o casal comprou um biketrailerum carrinho de reboque com dois acentos para as crianças – para que os pequenos os acompanhem nas pedaladas. Com ele, suas aventuras com a bike mudaram totalmente e o sonho de ir para os Alpes foi realizado a quatro. Fabio envolveu toda a família no planejamento da viagem, que ainda contou com o apoio dos avós e dos tios.

Todos sabem por onde vão passar, o que precisam levar, ajudam a testar equipamentos e a preparar cada detalhe. As crianças participam ativas de todo o processo pré-viagem e, por isso, têm muito maior protagonismo durante cada percurso.

E foi assim, planejando muito e respeitando o ritmo e os interesses das crianças em cada distância e cada parada que eles venceram os mais de 500 km do percurso. Quando paravam, aproveitavam o local ao máximo e as crianças brincavam em praças e espaços públicos da cidade, curtiam cachoeiras e os animais ao redor…

A partir dessa experiência incrível, assim é em cada viagem que realizam. Cada parada e cada cidade são uma atração diferente ao olhar dos pequenos. Para eles, não interessa se estão na Itália ou em Itu, a brincadeira é a mesma: explorar os espaços e suas possibilidades.

Essas experiências em família trazem muitos benefícios para a relação. “São vivências intensas e profundas, durante as quais temos a oportunidade de ficar muito mais próximos do que é possível no dia a dia. Quando penso em retrospecto, percebo que estes se tornaram os momentos mais marcantes da nossa vida em família.”, diz Fabio.

Em 2016, decidiram partir para uma nova aventura. Desta vez, o percurso escolhido foi no Sul do Brasil: o Vale Europeu, em Santa Catarina. Novamente, tudo foi feito em família: do planejamento à limpeza do equipamento ao retornarem pra casa. Esse envolvimento de todos em cada parte da viagem é um dos elementos fundamentais para que as crianças aproveitem bem a viagem, como seus pais.

Os filhos de Fábio e Melissa já foram levados no biketrailer por mais de 3.500 km. E essa distância toda possibilitou às crianças terem uma relação muito mais próxima com cada localidade, cada paisagem, cada espaço público e – claro! – com a natureza. As crianças geralmente já nascem exploradoras, e a bicicleta, neste caso, tornou-se o elo de conexão com o mundo, permitindo que os dois meninos descobrissem sua própria natureza.

Fabio conta que “ter uma vida ativa, assim, se tornou parte do que as crianças são de uma forma absolutamente natural, sem imposição. Nossos filhos são interessados, criativos, curiosos, participativos, preparados para fazer parte de qualquer atividade ou aventura. Juntos, queremos conhecer e vivenciar cada vez mais coisas por este mundo!”.

Para quem quer começar a fazer essas atividades em família, Fabio dá uma dica: “Primeiro, temos que entender que as crianças aprendem com exemplos: se os pais não têm uma vida ativa, é muito difícil os filhos se engajarem. E é bom começar aos poucos, com atividades mais simples e curtas, para que todos possam conhecer o nível de possibilidades, principalmente das crianças, sempre respeitando seu ritmo e limites – afinal, são elas que determinam o que vai funcionar.”

Entusiasmado com essa atividade em família, que acredita ser muito inspiradora, Fabio divide um pouco de seus planejamentos, percursos, dicas e perrengues no blog Ativitae, que também pode ser acompanhado pelo Facebook e pelo Instagram. Foi por meio deste que fizemos o primeiro contato com ele e “pegamos carona” em sua bike.

Em 1 de fevereiro de 2017, ele vai contar um pouco desta experiência em encontro que será realizado em São Paulo. Vale ficar de olho em suas páginas nas redes sociais para saber mais sobre esta família mochileira e inspiradora.

Leia também:
Clubes de Natureza em Família: porque, juntos, somos fortes!

Fotos: Álbum pessoal

Ana Carolina é pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica, e trabalha com primeira infância. Rita é bióloga e socióloga, ministra cursos, vivências e palestras para aproximar crianças e adultos da natureza. Quando se conheceram, em 2014, criaram o projeto “Ser Criança é Natural” para desenvolver atividades com o público. Neste blog, mostram como transformar a convivência com os pequenos em momentos inesquecíveis.

Ana Carolina Thomé e Rita Mendonça

Ana Carolina é pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica, e trabalha com primeira infância. Rita é bióloga e socióloga, ministra cursos, vivências e palestras para aproximar crianças e adultos da natureza. Quando se conheceram, em 2014, criaram o projeto "Ser Criança é Natural" para desenvolver atividades com o público. Neste blog, mostram como transformar a convivência com os pequenos em momentos inesquecíveis.

Deixe uma resposta