Comissão Fulbright oferece bolsas para brasileiros nos Estados Unidos

Fullbrigt ofecece bolsas de estudos para brasileiros

Já estão abertas as inscrições do programa da Comissão Fulbright para cidadãos brasileiros que queiram desenvolver atividades acadêmicas nos Estados Unidos.

Serão concedidas até 82 bolsas para professores, estudantes de pós-graduação ou professores de inglês recém-formados. Os subsídios serão concedidos de agosto ou setembro de 2018 a maio ou junho de 2019. A duração do programa varia de quatro a nove meses.

Das vagas, dez bolsas serão destinadas a jovens doutores em qualquer área do conhecimento, recentemente contratados em caráter permanente em instituições do país de ensino superior.

Outras dez bolsas, de três ou quatro meses de duração, serão concedidas a professores e pesquisadores de todas as disciplinas, com mais de sete anos após o doutorado. Os selecionados poderão realizar pesquisas e ministrar palestras em instituições de ensino superior ou centros de pesquisa nos Estados Unidos. O candidato deve apresentar carta de aceitação da instituição anfitriã nos Estados Unidos.

Há também bolsas para doutorado-sanduíche e para brasileiros que tenham interesse em ensinar Português nos Estados Unidos.

Os interessados devem se inscrever até o dia 1o de outubro, pelo site da Fulbright.

A Comissão Fulbright também oferece bolsas, em conjunto com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), para pesquisadores e acadêmicos dos Estados Unidos interessados em pesquisar ou lecionar no Brasil.

Os selecionados receberão auxílio para cobrir despesas de transporte e de estadia por três ou quatro meses. Interessados podem se inscrever até 12 de setembro aqui.

O Programa de Intercâmbio Educacional e Cultural do governo americano foi criado em 1946, por lei do Senador J. William Fulbright, e tem como principal objetivo ampliar o entendimento entre os Estados Unidos  e outras nações. No Brasil desde 1957, a Comissão Fullbright já levou mais de 3.500 mil brasileiros para estudar naquele país.

*Texto publicado originalmente em 22/08/2017 no site da Agência Fapesp de Notícias

Foto: divulgação Comissão Fullbright

Deixe uma resposta