#Coleta: ONG Teto faz nova campanha para denunciar pobreza e arrecadar fundos para construir casas

coleta-teto-campanha-maldivas-abril2016-800x

Você certamente já ouviu falar das Ilhas Malvinas, no Atlântico Sul. Belíssimas por suas riquezas naturais, abrigam grandes populações de aves e seus moradores vivem da pesca, do turismo e a da criação de ovinos. Mas o que você talvez não saiba é que existe um lugar com o mesmo nome, na cidade de São Paulo, que apresenta realidade muito diferente das ricas ilhas. Nessa comunidade, impera a pobreza e a escassez. É o que se pode ver nas imagens acima.

Como Malvinas, existem cidades internacionalmente reconhecidas por sua beleza – natural ou construída – e também por sua abundância, como São Francisco e Beverly Hills (Los Angeles), na Califórnia, Estados Unidos, que “emprestaram” seu nome a comunidades em São Paulo, que só mesmo quem mora nelas – e uns poucos mais – sabe de sua existência. São tão pobres e carentes como a Malvinas paulistana. E como inúmeras favelas espalhadas pelo Brasil. Mas a boa notícia é que você, eu e todos que se emocionam com essa realidade cruel – e não aceitam que ela se perpetue – podem ajudar a transforma-la, aderindo à nova campanha da ONG Teto – Conheça outra realidade bem perto de você – que será realizada entre 8 e 10 de abril.

teto-coleta-campanha-nas-ruas-2-800

Nesses três dias, cerca de seis mil voluntários irão às ruas de São Paulo, Campinas, ABC, Rio de Janeiro, Salvador e Curitiba para falar da realidade da pobreza e da privação de direitos pela qual passam milhares de brasileiros – com renda per capita de R$154,00 por mês, abaixo da linha da pobreza (PNAD 2013) – e convidar a sociedade para conhecer essas favelas do Brasil que possuem o mesmo nome de bairros, cidades e até países turisticamente famosos.

Mas, a campanha vai muito além, como explica a diretora executiva da organização, Carolina Mattar: “Ela é mais do que um convite para conhecer essas comunidades, é uma passagem voluntária para o lado da transformação social. Por isso, esses voluntários também realizarão a #Coleta, para arrecadar recursos financeiros que serão utilizados na construção de casas em assentamentos precários nessas regiões. “Vamos nos juntar para construir uma sociedade mais justa”, completa Carolina.

Tem pique e ficou interessado em participar? Então, inscreva-se no site da Teto para participar dessa ação. Você estará em muito boa companhia já que, até agora, seis mil pessoas já aderiram. As ações, como revelam a imagem acima e o vídeo no final deste post, são muito bem humoradas e super alto astral, justamente para aproximar a população do tema com maior simpatia. A ideia é mostrar que a realidade mora ao lado e só não vê (e não a transforma) quem não quer. Ajude a espalhar a hashtag #Coleta pelas redes sociais.

Mas se você não mora nas cidades onde a campanha será realizada ou não estará disponível para participar ao vivo e ainda quer colaborar, pode doar dinheiro para esta ação, online.

Abaixo, estão três peças da nova campanha da Teto, que apresentam as diferenças gritantes de visual e de renda mensal entre as favelas e as cidades turísticas homônimas, citadas no início do texto. Em seguida, o vídeo da campanha da Teto realizada em 2012, durante a qual foram arrecadados R$ 323.085,24.

cartaz-coleta-teto-campanha-saofrancisco-abril2016-800 cartaz-coleta-teto-campanha-maldivas-abril2016-800 cartaz-coleta-teto-campanha-beverlyhills-abril2016-800x527

 

Imagens: Divulgação

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta