Ciências Holísticas e Economia para a Transição: inscrições até 5/2!

curso na escola schumacher brasil sobre economia para a transição

Este é o segundo curso de pós-graducação realizado pela Schumacher Brasil no país. Dura oito meses e terá seis encontros presenciais – em dois sítios, Glória e do Instituto Toca, nos quais os alunos têm sessões com os professores, participam de visitas de campo e têm tempo para reflexão e para se engajar em atividades da comunidade -, além de aulas online com professores da Inglaterra.

Na verdade, este pode ser considerado mais do que um curso já que vai muito além do aprendizado de saberes e seus encontros são sempre muito significativos e transformadores, “nos quais o aprendizado é intensificado pela formação e fortalencimento de uma verdadeira comunidade”, como destacam seus organizadores.

Eles explicam isso muito bem no site da escola, do qual reproduzo um trecho: “O jeito de ser do Schumacher College e da Escola Schumacher Brasil é voltado para honrar o que chamamos de ‘Head, Heart and Hands’ – Mente, Coração e Mãos, e criar relacionamentos harmoniosos entre as pessoas e a natureza. A vivência é um período de nutrição espiritual combinada com estímulo intelectual e a prática física de contribuir para o cuidado do espaço onde estamos”. A ideia é responder uma questão crucial entre as reflexões da escola: O que significa sermos cidadãos mais conscientes no mundo?

A estrutura do curso está definida em temas:

  • Aprender como uma peregrinação
  • Introdução ao Holismo
  • Complexidade e Teoria do Caos
  • Terra Viva
  • Economia para a transição
  • Cozinhar, um inquérito do ingrediente.

Quem são os professores 

A experiência dos tutores brasileiros e estrangeiros é múltipla, mas também muito voltada para a natureza e o meio ambiente. No Brasil, os principais são Juliana Schneider (diretora e uma das fundadoras do Schumacher Brasil, mestre em Ciências Holísticas)), a bióloga, educadora e escritora Rita Mendonça (colaboradora do Conexão Planeta no blog Ser Criança é Natural), a pedagoga Mari Del Mar Turato e a chef Claudia Mattos. Entre os professores convidados: o empresário e político Ricardo Young, o jornalista e educador André Gravatá, os cientistas Denise Curi e Antonio Donato Nobre, o empreendedor social Tomás de Lara, o facilitador Luiz Gabriel e Isabela Meneses, especialista no movimento Transition Towns.

No Schumacher College, na Inglaterra, os professores que participarão dos encontros online são estes: Stephan Harding (coordenador de Ciências Holísticas), Philip Franses (especialista em Complexidade e Economia), Augusto Shantena Sabbadini (físico), Patricia Shaw (fellow do Schumacher College), Satish Kumar (diretor), Jonathan Dawson (educador para a sustentabilidade) e Tim Crabtree (especialistas em economia para a transição).

Para quem é este curso?
Por sua essência, o curso atrai apenas pessoas que estão em processo de mudança como o mundo, que estão dispostas a aprender de uma forma diferente e fazer parte da comunidade de aprendizado do Schumacher como protagonistas.

O programa é transdisciplinar e a diversidade de culturas, experiências, interesses, ocupações, formações e idades é imprescindível já que só assim é possível alcançar experiências únicas. Isto é ainda mais intensificado com o tamanho das turmas – de 15 a 18 pessoas. Não se trata de um programa integral e, por isso, o desenvolvimento de cada aluno também é muito particular. De qualquer forma, a organização recomenda, pelo menos, cinco horas de estudo por semana.

Como haverá encontros online com professores do Schumacher College, em Totnes, Inglaterra, e parte dos materiais de leitura e áudio é em inglês, a fluência nessa língua é condição sine qua non para a aprovação dos interessados.

Como se inscrever

Para aderir, basta acessar o site da Escola Schumacher Brasil e preencher o formulário até 5/2. As entrevistas serão realizadas entre 10 e 17 e os selecionados poderão confirmar sua vaga até o dia 25 mediante pagamento da inscrição.

Schumacher no coração dos brasileiros

Mais da metade dos alunos de pós-graduação e cursos curtos do Schumacher College não é da Europa. E a maioria destes é do Brasil: cerca de 500 alunos, de atividades variadas como educação, setor público, empreendedores, empresas, ONGs. Por isso, quando Juliana Schneider teve a ideia de trazer a escola para o Brasil, teve total apoio de Satish Kumar e da comunidade da escola. E, assim, a Schumacher Brasil foi lançada em outubro de 2013, reunindo mais de cem alunos até hoje.

Foto: Divulgação

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Um comentário em “Ciências Holísticas e Economia para a Transição: inscrições até 5/2!

Deixe uma resposta