Cidades asiáticas e americanas têm maior pegada de carbono do mundo


Cidades asiáticas e americanas têm maior pegada de carbono do mundo

Você já ouviu falar em pegada de carbono? Este foi um conceito criado para medir o impacto das atividades do homem sobre a natureza, a partir da quantidade de dióxido de carbono (CO2) que elas emitem. Ou seja, o quanto nossas ações diárias são responsáveis por poluir e jogar ainda mais gases de efeito estufa na atmosfera terrestre, piorando ainda mais o aquecimento global.

Quer um exemplo? Se você vai de bicicleta para o trabalho, tem uma pegada de carbono muito menor daqueles que usam carro. Se você separa seu lixo e recicla, também ajuda a cuidar do planeta e emite menos gás carbônico.

Pois o ranking Global Gridded Model of Carbon Footprints analisou os centros urbanos com a maior pegada de carbono do mundo. Foram avaliadas 500 cidades em 189 países.

A lista revela que as maiores poluidoras do planeta estão todas localizadas na Ásia e nos Estados Unidos. Em primeiro lugar está Seoul (na Coreia do Sul), seguida por Guangzhou (China), Nova York (Estados Unidos), Hong Kong (China) e Los Angeles (Estados Unidos).

Dez cidades brasileiras aparecem no ranking: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife, Belo Horizonte, Campinas, Fortaleza, Goiânia e Brasília. A capital paulista ficou na 63ª posição, o que revela o estilo de vida insustentável levado pelos paulistanos (veja o ranking completo ao final deste post ).

Segundo os pesquisadores envolvidos no levantamento, em geral, cidades mais densamente povoadas, com uma população com alto padrão de vida, e também subúrbios mais caros, concentram o maior nível de emissão de gás carbônico. Não por menos, apenas 100 cidades são responsáveis por 18% das emissões globais.

Os especialistas ressaltam ainda que medidas de descarbonização importantes, como limitar a circulação de veículos movidos a diesel ou a gasolina, podem ajudar a reduzir substancialmente as emissões de CO2 e para que isso seja feito, não é necessário grande investimento por parte de governos. Ações locais e estaduais são essenciais para diminuir a poluição no país como um todo.

Cidades com maior pegada de carbono do mundo

  1. Seoul (Coreia do Sul)
  2. Guangzhou (China)
  3. Nova York (Estados Unidos)
  4. Hong Kong (China)
  5. Los Angeles (Estados Unidos)
  6. Shangai (China)
  7. Singapura
  8. Chicago (Estados Unidos)
  9. Tóquio (Japão)
  10. Riyadh (Arábia Saudita)
  11. Dubai (Emirados Árabes Unidos)
  12. Wuxi (China)
  13. Johannesburg (África do Sul)
  14. Teerã (Irã)
  15. Moscou (Rússia)
  16. Londres (Inglaterra)
  17. Behna (Egito)
  18. Pequim (China)
  19. Jakarta (Indonésia)
  20. Al-Ahmadi (Kuwait)

63. São Paulo
144. Rio de Janeiro
246. Curitiba
252. Belo Horizonte
295. Porto Alegre
315. Goiânia
351. Campinas

393. Recife
445. Fortaleza
495. Brasília

Leia também:
Dia da Sobrecarga da Terra: recursos naturais do planeta para 2017 se esgotam hoje!
Até nas férias a gente ferra o planeta
Cidades inteligentes podem gerar economia de US$ 22 trilhões


Foto: domínio público/pixabay

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta