Cheesecake para adoçar a quarentena

Cheesecake para adoçar a quarentena

– Qué isso que tá fazendo aí?
– Cheesecake
– Xisqueique?
–  É. Cheesecake.
– Sei. Mas o que é isso xisqueique?
– Bolo de queijo, traduzindo literalmente.
– E cadê o queijo?
– Taqui. Creamcheese.
– Crimxis? Crimxis.
– É. Cream cheese.
– Traduzindo literalmente?…
– Creme de queijo, queijo cremoso.
– Não parece muito com queijo. Tem um gostinho longe…
– É.
– Tudo de pacote?
 – Tudo de pacote.
– E a massa? Se é bolo, cadê a massa?
– Aqui. De bolacha.
– Então , a massa é de bolacha? Preguicinha,hein?
– É. Facinha. E fica crocantinha. Pega ali o pacote pra mim.
– Tudo empacotado…
– Mas, ó, tem ovo.  Naturalzinho. Opa! Embalado também, mas é na casca.
– Engraçadinha…
– E agora bate tudo. Põe essa água de flor de laranjeira, que ninguém põe.
– Inventando moda. Tudo isso de ovo?
– Ahã.
– E agora?
– Agora, massa embaixo, creme – crrrreeaaammmm – em cima e forno.
– Quanto tempo?
– Até o crrrreeeaaaammmmm ficar firme.

…..

– Firminho. Tá pronto?
– Ainda não.
– Mas olha que firme-fofo.
– Mas não tá pronto. Agora, tira e geladeira até amanhã.
– Caramba. Cheio de estrangeirismo e exigente esse xisqueique.

– Tá pronto agora?
– Ainda não. Precisa da calda. De hibisco que eu gosto. E esse monte de frutinha em cima.
– Até que enfim, um frescor pra esse xisqueique. Tá bonito.
– Frescor por causa da fruta ou porque ele tá geladinho?
– Mais por causa da fruta.
– Tá gostoso, aposto. Come.
– Sei não.
– Come.
– É. tá…

……..

– Da outra vez, faz aquele bolo de queijo de verdade? Aquele de fubá com pedação de queijo canastra dentro?
– Ahã.
– Pra comer com café.
– Ahã.
– Gosto mais.
– Ahã.

RECEITA DE CHEESECAKE COM FRUTAS VERMELHAS E CHÁ DE HIBISCO

INGREDIENTES

200g de biscoito de leite
100 g de manteiga temperatura ambiente
gengibre em pó ( a gosto)
canela em pó  (a gosto)
pitada de sal

CREAAAMMMMMM (CREME)

900 g de cream cheese
250 g de açúcar
3 ovos
1 colher de água de flor de laranjeira ( opcional)
raspas de limão (opcional)
1 pitada de sal

CALDA

hibisco seco
anis estrelado
hortelã
açúcar
frutas: amora, mirtilo, morango, framboesa, cereja

MODO DE PREPARO

Prepare a massa à base de bolacha. Leve a bolacha, o gengibre, a canela, o sal e a manteiga ao processador. Triture até dar liga. Transfira para uma forma com aro removível e coloque na geladeira enquanto prepara o creme.

Junte, numa batedeira, o cream cheese, o açúcar e os ovos. E ainda os itens opcionais, se escolheu usar. Bata até ficar uma mistura homogênea e fofa.

Agora, despeje o creme sobre a massa de biscoito e leve ao forno baixo, no máximo 120 graus, por uma hora e meia.

Verifique se nesse tempo o creme ficou firme e fofo.

Retire do forno, deixe esfriar e transfira para a geladeira por 12 horas.

Prepare a calda:

Faça um chá de hibisco concentrado com hortelã e anis estrelado.

Retire o anis e acrescente 2 colheres de açúcar cristal até obter um ponto brilhante, entre o líquido e a geleia. Nessa calda, junte um pouco das frutas que escolheu: mirtilo, morango, amora, cereja. Reserve a maioria in natura para cobrir o cheesecake .

Desenforme o cheesecake, derrame sobre ele a a calda, acrescente as frutas cruas e finalize com folhas frescas de hortelã.

Leia também:
A história da abelha que faz cacho pra inspirar o bolo de mel
Manjericão para o pesto, jabuticaba para os bichos: farturas do quintal
A magia do chá do hibisco
Para Fabi, com sabor: como fazer um salmão com graça
Vamos concordar: pastel
O encontro da acelga com quinoa e macadâmia num colóquio sobre o voo do avião
Chicória com guaraná

Foto: Sebastian Coman Photography on unsplash

Cássia Miguel

Mulher de marido, mãe de filho, madrasta de enteados. Começou a carreira profissional vendendo pinga e pão com mortadela na venda dos pais, em Minas. Foi bancária, revisora de jornal, rádio escuta, repórter, editora e apresentadora de TV. Hoje é especializada em media training, com foco para entrevistas em TV e vídeo. Fez jornalismo na PUCCAMP, pós graduação em Gestão Estratégica em Comunicação Organizacional e Relações Públicas na USP e Análise do Discurso na PUC SP. Tudo isto sem tirar o pé da cozinha

Deixe uma resposta