O banco das rosas. O banco das farpas.

As fotos do artista paulista W.Camacho impressionam pela beleza que encontram no menos, no mais dolorido, no pequeno, na falta, na ausência. Escancaram a vontade de preencher. Fazem bagunça no vazio. Transformam o movimento barulhento em silêncio pacato

Ler mais

Estica e puxa

O espetáculo “Convite ao Olhar”, da Companhia Lápis de Seda, arranca poesia por onde passa. É um grupo de dança contemporânea com foco inclusivo. Os integrantes são pessoas com ou sem deficiência intelectual e ou motora

Ler mais

Mãos para cavar a própria água

Civilização sempre à procura de teto. Duas formas de construir. Dois modos de vida. De um lado, materiais das construções indígenas. Do outro, aqueles que são usados para armar as cidades de concreto

Ler mais

Depois da fumaça, cheiro e cor de eucalipto

Ainda que muitos sejam maravilhosos como o eucalipto arco-íris que se despe, deixando à mostra suas partes internas coloridas, minha tristeza é ver tanto eucalipto vingando por aí, transformados em áreas de desertos verdes. Monocultura para abastecer a indústria de celulose e secar rios

Ler mais

Hokusai: a grande onda que varreu o mundo

Abertura da exposição, em Londres, “Hokusai: Além da Grande Onda” faz retrospectiva da obra de um dos maiores artistas japoneses. que teve suas principais obras produzidas depois dos 70 anos de idade

Ler mais

Goya na cidade

Para cada gravura da série “Disparate”, do espanhol Francisco Goya, uma sombra se espicha até nossos dias. Então, saímos, o fotógrafo Anderson Borges e eu, pelas ruas de Curitiba, loucos para cutucar a cidade e seus monumentos com a ponta-seca ácida do artista

Ler mais

Filhos imprudentes cheirando à fuligem

Quem dera que o carvão fosse mais usado para parir arte, feito essa do holandês Levi Van Veluw, do que gerar energia suja em termelétrica. Porque a mãe Terra não merece essa exploração incondicional. Nem respirar o resultado da queima de suas entranhas

Ler mais

Rio para além do canto e da fotografia

Como é lindo o livro “Água”, ensaio fotográfico de Valdemir Cunha. Como é triste pensar que precisamos fazer obras que sejam alerta para a necessidade do uso consciente dos recursos hídricos e para a urgência de cuidarmos de nossas bacias hidrográficas

Ler mais

Fogo na bexiga

O que você enxerga no meio do monte de riscos? É o vento? É a chuva, atingindo, assim, de soslaio direto o pescoço do homem? Viu, agora? Tenta de novo. Ou me deixa mesmo aqui, feliz de ter pirado com as obras do coletivo australiano Si ma va

Ler mais

A Bernúncia do esquecimento

A cultura popular do fandango será a grande homenageada no Encontro de Tradições, em Antonina, no litoral do Paraná, entre 20 e 22 de abril, Corre lá para respirar o ar da pracinha. Vai lá renovar os laços com a tradição

Ler mais