Cataki vence competição internacional de inovação e impacto social pelo voto popular!!

Você lembra que o aplicativo genial Catakichamado carinhosamente de Tinder da Reciclagem – estava disputando uma competição internacional de inovação e impacto social? Escrevi sobre isso, aqui, e inúmeros foram os leitores e seguidores que manifestaram seu apoio nas redes sociais.

Pois ontem, em Amsterdam, na cerimônia do Chivas Venture (foto abaixo), o Cataki (desenvolvido pela equipe que aparece na foto acima) foi o grande vencedor pela votação popular! Sabe o que isso significa? Que pessoas de diversas partes do país e do mundo conhecem o aplicativo e reconhecem sua importância para a reciclagem de resíduos. E, também significa que, além do prêmio de 50 mil dólares – que será aplicado em uma versão mais poderosa -, o Cataki conquista mais notoriedade, a cada dia, e certamente figura entre as grandes invenções deste século. Que maravilha!

Foi uma emoção enorme ler o post do artivista Mundano (idealizador do Cataki, de camisa rosa na foto que ilustra este post) no Instagram ontem à noite. Super emocionado, ele reproduziu as palavras do amigo João Mello Bourroul, que atua no primeiro projeto que Mundano criou para os catadores, o Pimp My Carroça:

“Ainda estou em choque e emocionado com o significado dessa conquista, então reposto as palavras do @jotafractal do @pimpmycarroca: O app dos catadores era o concorrente brasileiro no Chivas Venture, prêmio global de inovação e impacto social. Mais de 3 mil iniciativas do mundo todo se inscreveram e nosso app ficou entre os 20 finalistas. Na categoria voto popular deu Cataki na cabeça! Muito obrigado a todo mundo que votou, divulgou, baixou. Esse prêmio é dos catadores, mas também é de vocês! <3″.

João contou que o Cataki ficou em primeiro lugar na contagem final, com 45.688 mil votos, e ganhou o prêmio de 50 mil dólares, “que será integralmente investido no app”. E contou mais:

“Prêmios são muito legais. Mesmo! Mas, pra gente, o que fica dessa loucura toda, que tem sido o último mês, é muito mais do que likes, votos, dólares. Nunca tanta gente tinha falado do Cataki ao mesmo tempo. Resultado: 558 novos catadores foram conectados ao app durante a campanha de divulgação que VOCÊS fizeram”.

E não foi só isso! Além de incluir mais catadores em seu cadastro e ajudar a transformar sua realidade, a campanha trouxe a adesão de mais consumidores. João falou sobre isso também, veja:

“Esses profissionais se juntam a outros 1.500 catadores que todo dia recebem pedidos das 140 mil pessoas que já baixaram o app. Antes da campanha, o nº de downloads não chegava a 95 mil. A quantidade de chamadas subiu 69%. Esse é o legado que fica. Este é o prêmio!“.

Que lindo! O Cataki ganhou mais visibilidade no Brasil e no mundo, o que certamente vai se transformar em negócios. E ainda fez a inclusão de mais catadores e encantou mais gente preocupada com a sustentabilidade planetária.

“O troféu de hoje é dedicado aos mais de 64 milhões de catadoras e catadores do Brasil e do mundo”, finalizou João, que ainda acrescentou: “Nada disso seria possível sem a equipe maravilhosa por trás do Cataki, marcada aqui nos comentários, e todos que esqueço e se envolveram!!”.

Você, leitor e seguidor do Conexão Planeta que votou no Cataki, também faz parte dessa história. Valeu pelo apoio a esta iniciativa tão bacana, que ajuda a melhorar o mundo em que vivemos. Não só porque ajuda a encontrar o melhor destino para os resíduos recicláveis, como também porque promove geração de renda e trabalho, valoriza o trabalho de catadores e catadoras –os verdadeiros agentes ambientais“, como sempre nos lembra Mundano -, ajudando a resgatar sua dignidade.

Que o Cataki se multiplique! Parabéns, Mundano! Parabéns para a equipe (foto de destaque deste post) que desenvolveu o Cataki e o mantém atualizado! Parabéns catadores! Parabéns, João, pelas palavras tão certeiras!

Ah… vale lembrar que este é o segundo prêmio internacional que o Cataki ganha. Em fevereiro de 2018, o aplicativo ganhou o prêmio internacional de inovação digital da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), com um detalhe: foi reconhecido tanto pelos cientistas que integraram o júri, como pela plateia presente à cerimônia de entrega dos prêmios em Paris. Sensacional!

Agora, assista ao vídeo produzido pela competição Chivas Venture para divulgar o Cataki para a votação.


Fotos: Divulgação e João Mello Bourroul (cerimônia entrega do prêmio)

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta