Depois do Carnaval, tempo de limpeza do jardim, da horta e do corpo também

carnaval-quaresma-tempo-limpeza-jardim-horta-corpo-800
A festa acabou. Pelo menos oficialmente na maioria das cidades brasileiras. Para quem precisa recorrer às ervas do jardim para aliviar o fígado dos abusos do Carnaval, o ideal é usar o boldo para fazer água aromatizada. A planta, bastante popular e facilmente encontrada no país, é conhecida por muitos e adorada pelas crianças por ter uma folha aveludada e perfumada.

Caso você não a tenha no jardim ou na horta de seu apartamento, uma dica. O boldo se reproduz facilmente por estaquia (através de um ramo) e cresce de Norte a Sul do país sem problemas, atraindo inúmeras abelhas para o jardim. Possui flores azuis e a planta pode alcançar até dois metros de altura.

Sugiro fazer a água aromatizada de boldo porque o chá feito com ele é muito amargo, quase intragável. Já a água aromatizada é leve, refrescante e tonificante para o fígado. Basta colocar uma folhinha previamente higienizada num copo de água, macerar por algumas horas e depois beber .

Outra planta ótima para ajudar a curar a ressaca é a camomila. O chá feito com ela ajuda na digestão lenta.

Com o corpo tratado, agora vamos ao jardim!

Aqui no Hemisfério Sul, as chuvas de verão são geralmente abundantes. O clima quente favorece o crescimento de todas as plantas tropicais, mas o excesso de água pode favorecer o  aparecimento de fungos e outras pragas, como também o apodrecimento de folhas e raízes pelo excesso de água. Portanto, esta é a melhor época para limpar o jardim, dando a ele uma forma mais definida.

Então esta é a hora de colocar “mãos à horta”, exatamente como o nome deste meu blog.  Afofe a terra compactada pelas fortes chuvas e melhore a drenagem do solo. Pode os galhos ladrões – assim chamamos galhos vigorosos de crescimento rápido, que surgem nos troncos principais, desviando sua seiva, muito comum de ocorrer em amoreiras, pessegueiros, cerejeiras e cítricos.

Também é uma boa hora de amarrar as plantas prostradas (trepadeiras) em pérgolas ou treliças, dando orientação aos galhos. Isso pode ser feito com o pé de maracujá, roseiras, videiras, alamandas, lágrimas de Cristo, tumbergias e pétreas.

Outra recomendação é limpar e adubar ao redor das frutíferas, prevenindo a instalação de invasoras com a chegada dos meses mais secos. Cubra o solo com pedriscos ou serapilheira para manter o solo úmido e protegido de sementes indesejadas.

Depois de tanta água, um pouco de nutrientes ajudará a promover um outono e inverno com plantas mais robustas. Minha sugestão é usar adubos orgânicos como esterco ou húmus de minhoca.

Enfim, este é o momento detox do seu corpo e do seu jardim. Como nós brasileiros costumamos brincar que o ano por aqui só começa depois do Carnaval, comece este com intenções e metas bem estabelecidas para frutificarem pelo resto de 2016!

Foto: domínio público/pixabay

Geógrafa, paisagista, educadora ambiental e ilustradora científica. Começou a carreira em São Paulo como consultora paisagística. Durante 10 anos viveu no exterior (Austrália, Israel e USA) e neste último país, firmou suas habilidades para trabalhar com crianças. Atualmente dá aulas de horticultura para alunos do Ensino Fundamental, em Brasília. Também desenvolve projetos junto à Cia da Horta para centros de ensino, clubes e empresas.

Liliana Allodi

Geógrafa, paisagista, educadora ambiental e ilustradora científica. Começou a carreira em São Paulo como consultora paisagística. Durante 10 anos viveu no exterior (Austrália, Israel e USA) e neste último país, firmou suas habilidades para trabalhar com crianças. Atualmente dá aulas de horticultura para alunos do Ensino Fundamental, em Brasília. Também desenvolve projetos junto à Cia da Horta para centros de ensino, clubes e empresas.

Um comentário em “Depois do Carnaval, tempo de limpeza do jardim, da horta e do corpo também

Deixe uma resposta