“Carnaval do Bicho Solto” convida brasileiro a se fantasiar de bicho e lutar pela proteção das florestas

Campanha “Carnaval do Bicho Solto” convida o brasileiro a se fantasiar de bicho e lutar pela proteção das florestas

Você já está pronto para a folia? Escolheu a fantasia? Se ainda não, aqui está uma ideia: que tal um animal nativo brasileiro? Onça-pintada, mico-leão-dourado, boto, lobo-guará, preguiça…

Não precisa ser nada complicado. Vale pintura no rosto, uma orelha, um rabo e uma roupa da mesma cor do bicho escolhido. O importante mesmo é participar da campanha do Greenpeace BrasilCarnaval do Bicho Solto”.

Neste Carnaval, a maior festa popular do Brasil, queremos chamar atenção da sociedade para o problema do desmatamento e coletar assinaturas no abaixo-assinado #SemFlorestaSemVida, que exige que o novo governo se comprometa com o mínimo necessário para proteger nossas florestas, seus povos e seus bichos, explica a campanha nas redes sociais.

Com muito bom-humor, a campanha do Greenpeace usa imagens de bichos brasileiros, em situações pra lá de engraçadas, para lembrar as pessoas que sem florestas, eles vão ser obrigados a invadir as nossas casas!

#SemFlorestaSemVida!

O Brasil é um dos países mais biodiversos do planeta. Nossas florestas são o lar de milhões de espécies de plantas e animais. Mas sem a mata, como toda essa vida natural irá sobreviver?

Infelizmente, após um período de queda entre 2004 e 2014, a destruição da floresta voltou a crescer. O desmatamento na Amazônia foi o pior em dez anos: 1,18 bilhão de árvores foram derrubadas em um ano! De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de agosto de 2017 a julho de 2018, foram devastados quase 8 mil km² de vegetação, área equivalente a 987.500 mil campos de futebol ou 5,2 cidades de São Paulo. Esse número representa aumento de 13,7% em relação ao ano anterior.

Só em novembro do ano passado, o desmatamento registrado na região foi 400% mais alto do que no mesmo mês de 2017.  Uma perda de 287 km² de área da maior floresta tropical do planeta.

Por isso, é tão importante que nós, o povo brasileiro, pressionemos o novo governo a se comprometer com a preservação de nossas florestas. Assine neste link, a petição online que pede:

  • Adoção do Desmatamento Zero como política ambiental urgente e prioritária no Brasil;
  • Garantia da responsabilidade do Ministério do Meio Ambiente, evidenciando uma estrutura clara, com competências e orçamento adequados para o combate ao desmatamento ilegal no país;
  • Imediata retomada das demarcações de Terras Indígenas e proteção das Unidades de Conservação;

Depois disso, vista a sua fantasia de bicho, tire muitas fotos e as compartilhe nas redes sociais com as hashtags #BichoSolto e #SemFlorestaSemVida.

Imagens: divulgação Greenpeace

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta