Califórnia usará somente energia limpa e renovável a partir de 2045

Em decisão histórica, legisladores da Califórnia votaram para que, a partir de 2045, o estado atenda sua demanda por eletricidade apenas com energia limpa, sem utilizar fontes provenientes de combustíveis fósseis, como o petróleo ou carvão. Atualmente pouco mais de 30% da energia utilizada pelos californianos é renovável.

Para entrar em vigor, a nova lei precisará agora ser aprovada pelos senadores do estado e sancionada pelo governador Jerry Brown, mas tudo indica que não haverá restrições a ela.

“É uma vitória do ar limpo. Uma vitória para combater as mudanças climáticas e seus efeitos devastadores”, afirmou Kevin de Leon, senador e autor da proposta.

Para atingir a meta, a Califórnia precisará investir fortemente nas energias solares e eólicas, algo que já vem sendo feito gradualmente. Algumas das maiores plantas solares estão localizadas ali.

Em maio deste ano, também, o governo anunciou que a instalação de painéis solares nas novas construções será obrigatória a partir de 1o de janeiro de 2020, tornando-se assim, o primeiro estado americano a transformar esse sistema em lei.

O setor de energia solar já é o que mais gera empregos nos Estados Unidos. A cada 50 novas contratações, em 2016, uma delas foi realizada por uma empresa do segmento. E a Califórnia figura entre os estados onde houve a maior demanda por profissionais neste mercado, conforme mostramos nesta outra reportagem.

O Havaí foi o primeiro estado americano a se comprometer com a mesma meta: ter toda sua demanda por energia vinda de fontes limpas, livres de carbono, até 2045.

Os californianos estão sempre à frente nos Estados Unidos quando o assunto é sustentabilidade e proteção ao meio ambiente. E continuam firmes e fortes neste propósito, mesmo quando a administração do país, sob o governo de Donald Trump, só dá passos para trás e estimula o investimento de uma fonte ultrapassada e poluidora como o carvão.

*Com informações do jornal The Guardian 

Leia também:
Até 2050, Orlando quer usar apenas energia 100% limpa

Em novo recorde, energia solar foi a fonte que mais cresceu no mundo em 2016
Energia solar se torna a fonte renovável mais barata em 58 países, entre eles, o Brasil
Bill Gates lança fundo de 1 bilhão de dólares para investir em energias renováveis

Foto: domínio público/pixabay

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Deixe uma resposta