Caixas da Natureza: iniciativa promove ‘amigo secreto’ entre famílias pelo Brasil

Desde que o projeto Ser Criança é Natural foi criado, em 2013, temos pensado e criado diversas formas de inspirar mais e mais crianças para que brinquem com a natureza em todos os cantos do país. E, para que isso aconteça não é necessário ir longe, afinal, a natureza está sempre perto de todos nós. Pelo Brasil afora, há muita natureza e muitas crianças. E quem são elas? O que elas veem? Que cheiros sentem? Que texturas percebem? Que chão pisam? Do que brincam? O que criam? Você já parou pra pensar na diversidade que é essa relação entre criança e natureza pelo nosso país?

E foi com base em nossa experiência e na vontade de compreender melhor os interesses das crianças pelo mundo “do lado de fora” que nasceu a nova brincadeira do Ser Criança é Natural: as Caixas da Natureza. Trata-se de uma ação de troca entre famílias do Brasil todo. Funciona assim: cada família inscrita escolhe itens que revelam a natureza do espaço (bairro ou cidade) no qual vive, organizando-as em uma caixa com muita criatividade e enviando-a para outra família. Quem envia uma caixa, recebe outra, vinda de outro canto do Brasil.

Para brincar e recolher elementos da natureza para sua caixa, vale caminhada na praia, brincadeira na pracinha, explorar um parque, dar uma volta no quarteirão ou encantar-se no quintal de casa. Queremos que aproveitem os espaços que já conhecem com um novo olhar, ou descubram espaços novos, sempre fazendo contato direto e sensível com a natureza.

Cada família inscrita recebe as informações de outra família para onde sua caixa vai viajar. É como um amigo secreto entre crianças do Brasil que, assim, revelam sua natureza. Para que tudo dê certo, fizemos uma edição piloto em 2016, da qual participaram 30 famílias.

Lá de Florianópolis, em Santa Catarina, a Ingrid Leffer, levou Kalu, de 10 meses, para brincar na praia, no mangue e no quintal. Ela colocou na caixa todos os elementos pelos quais o pequeno se encantou e a enviou pra São Paulo.

Em Cotia, com a ajuda dos pais Renata e Cesar, a menina Clara, de 6 anos, colheu uma folha de cada plantinha da horta do quintal de sua casa. Escreveu os nomes, reuniu fotos e a caixa seguiu para o Rio de Janeiro.

Estar “do lado de fora” todos os dias nos faz perceber que o mesmo espaço nunca é igual. Quando mudam as estações do ano, as características destas mudanças ficam mais marcantes. Mudam as cores, as formas, os cheiros, os sons. Cada época tem suas flores, frutos, sementes, folhas nascendo ou caindo. E todas essas mudanças acontecem de formas diferentes em cada canto do Brasil. Por isso, a brincadeira Caixas da Natureza terá quatro edições ao ano, uma para cada estação.

As inscrições para a edição de verão estão abertas e vão até 22 de janeiro. Todos os participantes recebem o Manual do Participante com dicas para a montagem da caixa, com orientações sobre o que é mais bacana incluir na pesquisa, além do cronograma de ação para a brincadeira. É importante estar atento as datas porque, em algum lugar, alguém está esperando por essa surpresa. Vamos nessa?

Fotos: Renata Stort e Ana Carol Thomé

É pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica. Participa de diversas formações sobre primeira infância, brincar e arte para crianças e coordena o programa Ser Criança é Natural (que dá nome a este blog), do Instituto Romã, que incentiva o contato das crianças com a natureza. Organiza a ação Doe Sentimentos e acredita no poder da infância e que o mundo pode ser melhor.

Ana Carol Thomé

É pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica. Participa de diversas formações sobre primeira infância, brincar e arte para crianças e coordena o programa Ser Criança é Natural (que dá nome a este blog), do Instituto Romã, que incentiva o contato das crianças com a natureza. Organiza a ação Doe Sentimentos e acredita no poder da infância e que o mundo pode ser melhor.

Um comentário em “Caixas da Natureza: iniciativa promove ‘amigo secreto’ entre famílias pelo Brasil

  • 1 de fevereiro de 2017 em 7:11 PM
    Permalink

    Olá Ana Carol, parabéns pela iniciativa, achei simplesmente sensacional e vou divulgar em minha página. Dúvida: sou professora de educação infantil em duas escolas em Campinas, posso inscrever minhas turmas como “famílias” interessadas em participar da troca de Caixas da Natureza? Em uma das escolas já temos uma experiência com correspondência e tenho certeza que seria incrível participar desta também! Obrigada e novamente parabéns pelo projeto!

    Resposta

Deixe uma resposta